Saltar para o conteúdo principal da página

Castro do Monte Castelo de Guifões - detalhe

Designação

Designação

Castro do Monte Castelo de Guifões

Outras Designações / Pesquisas

Monte Castelo
Castro de Guifões / Castro do Monte Castelo de Guifões / Monte Castelo(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Povoado

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Porto / Matosinhos / Custóias, Leça do Balio e Guifões

Endereço / Local

-

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Em 26-09-2016 foi dado conhecimento do despacho à CM de Matosinhos
Despacho de concordância de 9-08-2016 da diretora-geral da DGPC
Proposta de 4-03-2016 da DRC do Norte para aprovação da cartografia correspondente ao sítio classificado
Decreto n.º 516/71, DG, I Série, n.º 274, de 22-11-1971 (ver Decreto)
Despacho de homologação de 17-02-1971 do Subsecretário de Estado da Administração Escolar
Parecer favorável de 12-02-1971 da 1.ª Subsecção da 2.ª Secção da JNE
Proposta de classificação de 6-01-1971 da Comissão Municipal de Turismo de Matosinhos

ZEP

Portaria n.º 530/90, DR, I Série, n.º 157, de 10-07-1990 (sem restrições) (ver Portaria)
Edital N.º 61/89 de 24-02-1989 da CM de Matosinhos
Despacho de homologação de 23-12-1988 da Secretária de Estado da Cultura
Parecer favorável de 12-12-1988 da 1.ª Secção do Conselho Consultivo do IPPC
Informação favorável de 11-04-1988 dos SRAZN
Proposta de 19-01-1988 da CM de Matosinhos

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Reportando-se a presente classificação a uma povoado fortificado proto-histórico, encontraram-se vestígios materiais no perímetro do Castro dos Arados que confirmam a sua ocupação durante as épocas romana e medieval.
Implantado num outeiro coberto com pinhal sobranceiro à foz do Rio Leça, este Castro possuía um sistema defensivo constituído por três linhas de muralhas compostas de dois paramentos paralelos preenchidos com pedra miúda.
Iniciado o seu estudo ainda durante o século XIX, por iniciativa do investigador vimarenense Francisco Martins Sarmento (1833-1889), este povoado tem sido objecto de sucessivas campanhas arqueológicas desde então. Foi com base nestas investigações que se detectaram diversas estruturas habitacionais no interior do recinto fortificado distribuídas por espécies de "bairros", segundo uma organização estrutural assente na delineação de arruamentos lajeados. Embora a habitação predominante pareça ser a de planta circular, a rectangular encontra-se de igual modo bem representada, muitas vezes com pátio fronteiro lajeado, perfazendo uma realidade material que poderíamos designar de "supra-familiar", ao passo que a sobreposição dos seus muros parece apontar para uma ocupação sucessiva e prolongada no tempo. Não obstante, algumas das estruturas mais interessantes deste povoado apresentam, precisamente, planta rectangular. É disso exemplo um edifício com piso de barro, lareira com lastro em tijolos colocados na vertical, e um silhar insculturado com motivos serpentiformes geminados. Uma outra edificação apresentava uma base de coluna e correspondente fuste, a sugerir a existência de um templo edificado durante a ocupação romana
Do vasto espólio móvel recolhido ao longo dos anos, não podemos deixar de destacar, para além dos machados polidos, um considerável número de recipientes cerâmicos, nomeadamente de uso atribuíveis à Idade do Ferro. Encontram-se também presentes cerâmicas comuns romanas e medievais. Alguma cerâmica romana apresenta-se pintada e surge a par de outros exemplares de importação romana, como ânforas e lucernas. Além destes, foram ainda encontrados recipientes em vidro, tegula, imbrices, mós manuais e pesos de tear e de rede de pesca executados em barro. Dos objectos metálicos fazem parte artefactos tão variados, como ferramentas artesanais e alfaias agrícolas, bem como fíbulas, objectos de adorno e escórias de ferro, estas últimas a atestar o desenvolvimento da actividade metalúrgica in situ.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

As origens da cidade do Porto

Local

Porto

Data

1935

Autor(es)

CORRÊA, A. A. M.

Título

O Minho Pittoresco

Local

Lisboa

Data

1887

Autor(es)

VIEIRA, José Augusto

Título

Monografia de Matosinhos

Local

Matosinhos

Data

1958

Autor(es)

FELGUEIRAS, Guilherme

Título

Guifões. Notas Arqueológicas, Históricas e Etnográficas, 1

Local

Matosinhos

Data

1955

Autor(es)

SANTOS, Joaquim Neves dos

Título

Castro de Guifões: A primeira cidade de Matosinhos, Revista Municipal

Local

-

Data

1993

Autor(es)

CLETO, Joel Alves Cerqueira

Título

Romanização das terras da Maia

Local

-

Data

1969

Autor(es)

ALMEIDA, Carlos Alberto F. de

Título

Coberturas vitrificadas em louça doméstica do Castro de Guifões, Lucerna

Local

-

Data

1963

Autor(es)

SANTOS, Joaquim Neves dos

Título

Serpentes geminadas em suástica e figurações serpentiformes do Castro de Guifões, Lucerna

Local

-

Data

1963

Autor(es)

SANTOS, Joaquim Neves dos

Título

Marcas dedadas nas telhas romanas do Castro de Guifões, Studium Generale

Local

-

Data

1962

Autor(es)

SANTOS, Joaquim Neves dos

Título

Altar com covinhas do Castro de Guifões Studium Generale

Local

-

Data

1962

Autor(es)

SANTOS, Joaquim Neves dos

Título

Introdução à arqueologia portuense, O Tripeiro

Local

-

Data

1927

Autor(es)

PINTO, Rui de Serpa

Título

Castelogia Medieval de Entre-Douro-e-Minho. Desde as origens a 1220

Local

-

Data

1978

Autor(es)

ALMEIDA, Carlos Alberto F. de

Título

Contributo para o estudo do património natural do Monte Castêlo (Guifões): Notas sobre um levantamento faunístico, Matusinus - Revista de Arqueologia Matosinhense

Local

Matosinhos

Data

1995

Autor(es)

FORTUNA, Jorge

Título

O Castello de Guifões, O Arqueólogo Português

Local

Lisboa

Data

1898

Autor(es)

VASCONCELLOS, José de Leite de

Título

Extractos archeológicos das Memórias Parochiaes de 1758, O Arqueólogo Português

Local

Lisboa

Data

1898

Autor(es)

AZEVEDO, Pedro A. de

Título

Castrum Quiffiones, Guifões: notas arqueológicas, históricas e etnográficas

Local

Guifões

Data

1955

Autor(es)

SANTOS, Joaquim Neves dos

Título

A romanização das Terras da Maia, Estudos sobre a Terra da Maia

Local

Maia

Data

1969

Autor(es)

ALMEIDA, Carlos Alberto Ferreira de

Título

Algumas notas sobre o processo de romanização da zona de Entre Douro e Ave, Actas das 1ªs Jornadas Arqueológicas, Lisboa, 1969

Local

Lisboa

Data

1970

Autor(es)

ALMEIDA, Carlos Alberto Ferreira de

Título

Cerâmica romana tardia de Guifões, Archeologica Opuscula

Local

Porto

Data

1975

Autor(es)

ALMEIDA, Carlos Alberto Ferreira de, SANTOS, Joaquim Neves dos

Título

Citânia de Briteiros e Castro de Sabroso: notícia descritiva para servir de guia ao visitante

Local

Guimarães

Data

1938

Autor(es)

CARDOZO, Mário

Título

Matosinhense: notas histórico-bibliográficas, Matusinus - Revista de Arqueologia Matosinhense

Local

Matosinhos

Data

1995

Autor(es)

CLETO, Joel Alves Cerqueira

Título

Monte Castelo: Um tesouro escondido do património histórico-natural de Matosinhos, Matosinhos Revista

Local

Matosinhos

Data

1995

Autor(es)

CLETO, Joel Alves Cerqueira