Saltar para o conteúdo principal da página

Coreto, sito no Parque Municipal - detalhe

Designação

Designação

Coreto, sito no Parque Municipal

Outras Designações / Pesquisas

Coreto do Parque Municipal D. Pedro / Coreto do Parque Municipal D. Pedro (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Coreto

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Aveiro / Aveiro / Glória e Vera Cruz

Endereço / Local

Parque Municipal D. Pedro
Aveiro

Proteção

Situação Actual

Em Vias de Classificação

Categoria de Protecção

Em Vias de Classificação para MIM - Monumento...

Cronologia

Edital n.º 27/2013, de 13-05-2013 da CM Aveiro, a determinar a abertura do procedimento

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Erigido numa das extremidades do Parque Infante D. Pedro, situado no centro da cidade de Aveiro, este coreto foi edificado no início do século XX, sendo o seu projeto atribuído ao engenheiro António Augusto de Araújo e Silva (Borges: 1999, p. 22).
Assente sobre uma base de granito de planimetria octogonal, o coreto ergue-se numa elegante estrutura em ferro, formada por oito colunas que sustentam a cobertura. Estas finas colunas, de base octogonal e capitel com folhas de acanto estilizadas, são rematadas por rosáceas ovaladas, contendo no fuste a marca do fabricante - A VAGAROSA/CANDAL/VILA NOVA DE GAIA. As colunas são ligadas por uma guarda de ferro com motivos geométricos. Dos capitéis partem os arcos que suportam o topo, decorados com motivos de gosto Arte Nova e elementos musicais. A cobertura metálica, dividida em oito secções com nervuras interiores, apresenta um pequeno zimbório central coberto por octógono coroado por pináculo em forma de lira. A tipologia e disposição deste remate têm, para além da função ornamental, a finalidade de proporcionar ao coreto uma boa acústica.
História
O Jardim Público de Aveiro foi construído nos finais do século XIX, em terrenos até então pertencentes à antiga cerca do convento franciscano de Santo António. Foi no centro deste espaço ajardinado que, nos primeiros anos do século XX se ergueu este coreto Arte Nova, atribuído ao risco de António Araújo e Silva.
Em 1927 o Jardim Público foi ampliado, aproveitando o que ainda restava da cerca do cenóbio franciscano, transformando-se no Parque Municipal Infante D. Pedro. O coreto manteve-se no local original da sua implementação. Foi classificado como de interesse municipal em 2008.
Catarina Oliveira
DGPC, 2016
(com a colaboração do Museu da Cidade de Aveiro)

Imagens

Bibliografia

Título

Aveiro: cidade Arte Nova

Local

Aveiro

Data

1999

Autor(es)

BORGES, Jaime

Título

Pistas para a compreensão das manifestações Arte Nova em Aveiro: cenografia, modernidade e tradição Encontro Aveiro Cidade Arte Nova. Boletim Municipal de Cultura, n.º 33, pp. 53-66

Local

Aveiro

Data

1999

Autor(es)

RODRIGUES, Manuel Ferreira, GRAÇA, Oscar

Título

A Arte Nova em Aveiro e seu distrito

Local

Aveiro

Data

1998

Autor(es)

NEVES, Amaro