Saltar para o conteúdo principal da página

Moradia D. Diogo Maldonado Passanha - detalhe

Designação

Designação

Moradia D. Diogo Maldonado Passanha

Outras Designações / Pesquisas

Casa de D. Diogo Maldonado Passanha / Solar dos Frades (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Beja / Ferreira do Alentejo / Ferreira do Alentejo e Canhestros

Endereço / Local

Rua Miguel Bombarda
Ferreira do Alentejo

Número de Polícia: 10

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

Aviso n.º 7515/2003, Apêndice n.º 147, 2.ª série, n.º 225, de 29-09-2003 (ver Aviso)
Deliberação de 16-10-2002 da CM de Ferreira do Alentejo a aprovar a classificação como de IM

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
A moradia D. Diogo Passanha localiza-se em plena zona histórica da vila, junto da Igreja Matriz e na vizinhança do antigo rossio, espaço conhecido tanto pelos encontros sociais que ai decorriam, como pelas festividades e rituais religiosos.
A fachada principal deste imóvel virada à rua 1º de Maio, antiga Rua dos Frades, preserva a sua feição setecentista ritmada pela verticalidade dos vãos simétricos que, ligados entre si, se rasgam em ambos os pisos. No piso nobre abrem-se sete janelas de sacada que apresentam, naturalmente, um tratamento mais cuidado ao nível dos elementos decorativos que as compõem. Destacam-se, nestes vãos, a gradaria de ferro forjado (a do vão central com o monograma L. P. de Luís Pessanha) e os remates de frontões triangulares adornados por aletas e enrolamentos diversos. O interior encontra-se bastante alterado por intervenções posteriores, principalmente a que foi levada a cabo por Luís Pessanha. Apesar disso, ganham especial relevância as salas com pinturas murais executadas cerca de 1890, cuja autoria tem vindo a ser atribuída a João Eloy Amaral, o mesmo autor das pinturas decorativas do salão da casa João Carlos Infante Pessanha, outro imóvel classificado da vila de Ferreira.

História
O edifício pertenceu a uma das famílias de maior capital social, económico e cultural de Ferreira do Alentejo, a família Passanha, sendo um exemplo do período construção de edifícios nobres da localidade, sobretudo a partir de finais do século XVIII, resultado do forte desenvolvimento económico que a região conheceu em parte relacionado com a afirmação da produção vitícola. Rosário Carvalho /IPPAR/2006. Atualizado por Maria Ramalho/DGPC/2016.

Imagens

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal - Distrito de Beja, Vol. XII

Local

Lisboa

Data

1992

Autor(es)

ESPANCA, Túlio