Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja do Senhor Jesus da Pobreza - detalhe

Designação

Designação

Igreja do Senhor Jesus da Pobreza

Outras Designações

-

Categoria / Tipologia

Arquitectura Religiosa / Igreja

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Évora / Évora / Évora (São Mamede, Sé, São Pedro e Santo Antão)

Endereço / Local

Largo da Pobreza
Évora

Proteção

Situação Actual

Procedimento encerrado / arquivado - sem protecção legal

Categoria de Protecção

Não aplicável

Cronologia

Despacho de encerramento de 4-04-2008 do presidente do IGESPAR, I.P.
Parecer de 12-12-2007 do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P. a propor a revogação do despacho de abertura, por o imóvel estar classificado como MN, estando inserido em conjunto inscrito na LPM
Despacho de abertura de 25-10-2002 do vice-presidente do IPPAR

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

Abrangido por conjunto inscrito na Lista do Património Mundial da UNESCO, que, ao abrigo do n.º 7 do art.º 15.º da Lei n.º 107/2001, de 8 de Setembro, se encontra classificado como MN

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Edifício do século XVIII, de planta complexa, é obra de referência dos princípios da arquitectura tardo-barroca. A construção da igreja deveu-se aos esforços do cónego António Rosado Bravo, sob a direcção provável de um dos mestres que trabalhavam com o arquitecto alemão João Frederico Ludovice, que na altura dirigia a monumental obra da capela-mor da Sé. No seu aspecto exterior o edifício apresenta linhas airosas e simples, características da arquitectura quinto-joanina. A fachada é composta por quatro partes distintas, em proporções harmónicas de estilo neoclássico. A nave/capela-mor, de planta hexagonal e tambor iluminado com janelas, tem cobertura em cúpula rematada por lanternim, correspondendo ao cruzeiro da igreja, facto que a torna original na arquitectura portuguesa do seu tempo.
O interior pode ser dividido em duas partes distintas mas interligadas entre si; o vestíbulo/sub-coro, e a nave/capela-mor de planta hexagonal. Saliente-se, no interior do edifício, o púlpito barroco de talha dourada, o zimbório construído segundo os planos tradicionais criados para a Basílica de S. Pedro, o presbitério constituído por três altares ricamente decorados com talha dourada no estilo rococó encimados pela capela da Virgem do Amparo. SML

Imagens

Bibliografia

Título

"O Barroco"

Local

Lisboa

Data

2003

Autor(es)

SERRÃO, Vítor

Título

"A Arquitectura Religiosa do Alto Alentejo na Segunda Metade do Século XVI e nos Séculos XVII e XVIII"

Local

-

Data

1983

Autor(es)

CHICÓ, Mário Tavares, REIS, Humberto

Título

"Inventário Artístico de Portugal, vol. VII (Concelho de Évora - volume I)"

Local

Lisboa

Data

1966

Autor(es)

ESPANCA, Túlio