Saltar para o conteúdo principal da página

Pousada de Santiago do Cacém - detalhe

Designação

Designação

Pousada de Santiago do Cacém

Outras Designações / Pesquisas

Pousada de Santiago / Pousada de São Tiago(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Pousada

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Setúbal / Santiago do Cacém / Santiago do Cacém, Santa Cruz e São Bartolomeu da Serra

Endereço / Local

Rua de Lisboa
Santiago do Cacém

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 82/2010, DR, 2ª série, n.º 18, de 27-01-2010 (ver Portaria)
Edital N.º 81/2008 de 16-05-2008 da CM de Santiago do cacém
Despacho de homologação de 28-01-2008 da Ministra da Cultura
Parecer de 16-05-2007 do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P. a propor a classificação da Antiga (?) Pousada de Santiago do Cacém como IIP
Edital n.º 7/GRUP/DOTP/2006 de 20-01-2004 (?) da CM de Santiago do Cacém
Despacho de 10-03-2003 do vice-presidente do IPPAR a determinar a abertura da instrução do processo de classificação
Proposta de 6-03-2003 da DR de Évora para a abertura da instrução do processo de classificação
Proposta de 3-12-2002 da CM de Santiago do Cacém para a classificação da Pousada de Santiago do Cacém

ZEP

Portaria n.º 82/2010, DR, 2ª série, n.º 18, de 27-01-2010 (sem restrições) (ver Portaria)
Edital N.º 81/2008 de 16-05-2008 da CM de Santiago do Cacém
Despacho de homologação de 28-01-2008 da Ministra da Cultura
Parecer de 16-05-2007 do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P.
Proposta de 24-01-2007 da DR de Évora para a ZEP da Antiga (?) Pousada de Santiago do Cacém

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Elemento integrante do primeiro momento do conceito turístico de Pousada, o edifício de S.Tiago do Cacém apresenta planta composta, irregular de três pisos. Implantada em terreno sobranceiro à vila, no projecto inicial de 1939, a pousada apresentava no piso térreo os serviços de recepção, de refeição e de serviços aos hóspedes. Os primeiro e segundo pisos estavam reservados aos quatro quartos de hóspedes. Em 1969, o mesmo arquitecto foi encarregue do projecto de ampliação do edifício que passou a comportar dez quartos e outros equipamentos de apoio a esta estrutura de lazer. No aspecto formal e plástico, do projecto inicial para a amplição não se denotaram elementos deturpantes da traça. Os volumes articulam-se na cobertura alternada entre terraços e coberturas. Sandra Vaz Costa

Imagens

Bibliografia

Título

Arquitectura Moderna Portuguesa 1920-1970. Um Património a Conhecer e Salvaguardar

Local

-

Data

-

Autor(es)

-

Título

Arquitectura Moderna e Obra Global a partir de 1900

Local

Porto

Data

2009

Autor(es)

TOSTÕES, Ana