Saltar para o conteúdo principal da página

Gravuras rupestres do Zebral, ou Laje dos Cantinhos - detalhe

Designação

Designação

Gravuras rupestres do Zebral, ou Laje dos Cantinhos

Outras Designações / Pesquisas

Gravuras rupestres do Zebral / Laje dos Cantinhos (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Gravura

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Braga / Vieira do Minho / Ruivães e Campos

Endereço / Local

- -
Zebral

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como SIP - Sítio de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 206/2013, DR, 2.ª série, n.º 71, de 11-04-2013 (com restrição) (ver Portaria)
Procedimento prorrogado até 30-06-2013 pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251, de 28-12-2012 (ver Diploma)
Anúncio n.º 13707/2012, DR, 2.ª série , n.º 223, de 19-11-2012 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 22-10-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Nova proposta de 17-12-2012 da DRC do Norte para a classificação como SIP
Devolvido à DRC do Norte em 4-05-2012 para aplicação do art.º 54.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, de 23-10-2009, por se tratar de um sítio (ver Diploma)
Proposta de 21-02-2012 da DRC do Norte para a classificação como MIP
Procedimento prorrogado pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho de abertura de 28-02-2000 do vice-presidente do IPPAR
Parecer favorável de 22-02-2000 do IPA
Proposta de abertura de 8-06-1998 da DR do Porto
Proposta de classificação de 20-08-1998 da CM de Vieira do Minho, após aprovação camarária de Abril de 1998

ZEP

Portaria n.º 206/2013, DR, 2.ª série, n.º 71, de 11-04-2013 (com restrição da área de arqueologia) (ver Portaria)
Anúncio n.º 13707/2012, DR, 2.ª série , n.º 223, de 19-11-2012 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 22-10-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 17-12-2012 da DRC do Norte

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Ostentando elementos arqueológicos ilustrativos de vários momentos de ocupação humana desde a mais Alta antiguidade, onde se encontram, "[...] por entre os seus frondosos bosques e nos cimos dos seus alcantilados montes de feição pré-cantábrica, muitos vestígios de vida castreja." (Guia de Portugal, p. 866), o território correspondente na actualidade ao município de Vieira do Minho encerra alguns exemplares de Arte rupestre.
É o caso do arqueossítio ao ar livre das "Gravuras Rupestres do Zebral", conhecido pelas gentes locais pela designação de "Laje dos Cantinhos", situado a meio da encosta acentuada do monte do Toco, na margem esquerda do rib.º do Soutinho, nas proximidades da localidade que lhe deu nome - Zebral.
Insculpidas na superfície de três grandes lajes de um afloramento granítico de consideráveis dimensões (ao longo de uma distância de aproximadamente trinta metros), as gravuras são predominadas por motivos geométricos e esquemáticos, com destaque para os elementos quadrangulares, recticulados ou simples, com ou sem "fossetes", para além das figurações cruciformes e composições obtidas com círculos encimados por cruciformes e interior preenchido com uma espécie de estrela de cinco pontas (pentagrama). "Na sua maioria, estas gravuras terão um significado hipoteticamente simbólico-religioso, se se atender à grande profusão e expansão dos motivos geométrico-simbólicos [...]." (BAPTISTA, A. M., 1986, p. 48), uma característica que não facilita o seu enquadramento cronológico-cultural.
As técnicas utilizadas na obtenção das gravuras foram a picotagem, o abrasão e a martelagem, com sulcos medindo entre dois centímetros de largura, por um de profundidade.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

Arte rupestre pós glaciária. Esquematismo e abstracção, História de Arte em Portugal, 1. Do Paleolítico à Arte Visigótica

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

BAPTISTA, António Martinho

Título

Arte rupestre do norte de Portugal: uma perspectiva, Portugália

Local

Lisboa

Data

1984

Autor(es)

BAPTISTA, António Martinho

Título

Guia de Portugal, v.4, t. II : Entre Douro e Minho, Minho

Local

Lisboa

Data

1996

Autor(es)

DIONÍSIO, Sant'Ana