Saltar para o conteúdo principal da página

Anta da Serrinha - detalhe

Designação

Designação

Anta da Serrinha

Outras Designações / Pesquisas

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Anta

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Portalegre / Monforte / Monforte

Endereço / Local

Herdade da Serra
Monforte

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como SIP - Sítio de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 740-BC/2012, DR, 2.ª série, n.º 248 (suplemento), de 24-12-2012 (toda a área é considerada ZNA) (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 16-11-2012 da diretora-geral da DGPC
Anúncio n.º 13486/2012, DR, 2.ª série, n.º 188, de 27-09-2012 (ver Anúncio)
Despacho de concordância de 11-04-2012 do diretor-geral da DGPC
Parecer favorável de 29-02-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura, mas propondo o alrgamento da classificação, por forma a incluir o montículo formado por terra e pedras que cobriria a câmara (mamoa ou tumulus)
e o estabelecimento de uma ZNA
Nova proposta de 7-02-2012 da DRC do Alentejo para a classificação como SIP
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Despacho de 26-10-2011 do diretor do IGESPAR, I.P. a devolver o processo à DRC do Alentejo para aplicação do artigo 54.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, N.º 206 de 23-10-2009 (ver Diploma)
Parecer de 26-10-2011 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor a classificação como SIP e que sejam estabelecidas restrições
Nova proposta de 7-03-2011 da DRC do Alentejo para a classificação como MIP
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Proposta de 23-02-2001 da DR de Évora para a classificação como IIP
Edital de 11-01-2000 da CM de Monforte
Despacho de abertura de 25-10-1999 do vice-presidente do IPPAR
Parecer favorável de 3-09-1999 do IPA
Proposta de 8-06-1999 da DR de Évora para a abertura da instrução do processo de classificação
Proposta de classificação de Carla Lopes e Rui Boaventura (1999?)

ZEP

Portaria n.º 740-BC/2012, DR, 2.ª série, n.º 248 (suplemento), de 24-12-2012 (toda a área é considerada ZNA) (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 16-11-2012 da diretora-geral da DGPC
Anúncio n.º 13486/2012, DR, 2.ª série, n.º 188, de 27-09-2012 (ver Anúncio)
Despacho de concordância de 11-04-2012 do diretor-geral da DGPC
Parecer favorável de 29-02-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura, mas propondo o estabelecimento de uma ZNA
Nova proposta de 7-02-2012 da DRC do Alentejo
Parecer favorável de 26-10-2011 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 7-03-2011 da DRC do Alentejo

Zona "non aedificandi"

Portaria n.º 740-BC/2012, DR, 2.ª série, n.º 248 (suplemento), de 24-12-2012

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A região correspondente ao município de Monforte ostenta algumas das estações arqueológicas mais importantes da presença romana no actual território português, a exemplo da "Villa Lusitano-Romana de Torre de Palma".
Mas a ocupação humana deste recanto peninsular ocorreu muito antes, em plena Pré-história, certamente atraída pela fertilidade dos solos reforçada pelos inúmeros cursos de água que os atravessam, criando um conjunto de recursos cinegéticos essenciais à sobrevivência e longa permanência de diferentes comunidades ao longo dos tempos, aliando a recolecção à caça, à agricultura e ao pastoreio. De facto, entrara-se num momento, quando "A realidade cultural apresenta-se múltipla, eivada de assimetrias de desenvolvimento, em função da inserção das comunidades em ecossistemas mais ou menos favoráveis ao pleno florescimento da agricultura e do pastoreio, ou do apego mais ou menos arreigado dos grupos a formas de subsistência tradicionais, entre outros aspectos condicionantes do seu percurso cultural." (JORGE, S. de O., 1990, p. 102).
Uma característica que dificilmente passaria despercebida aos pioneiros da actividade arqueológica mantida entre nós desde finais do século XIX, princípios do XX, a exemplo de José Leite de Vasconcellos (1858-1941), director do "Museu Etnológico Português" e figura de referência dos estudos desenvolvidos entre nós sobre o passado do território português, a quem se deve, justamente, a investigação de alguns exemplares megalítico do actual concelho de Monforte, como no caso da "Necrópole de Rabuje".
A "Anta da Serrinha" constitui um dos dois exemplares funerários megalíticos desta região para a qual é possível apontar um momento cronológico, sobretudo em razão da escassez de materiais encontrados, em oposição ao que sucede nalguns habitats correspondentes ao mesmo horizonte cultural (BOAVENTURA, R., 2001, p. 67), sendo que o espólio recolhido no exterior deste exemplar é essencialmente composto de placas gravadas de xisto, artefacto particularmente abundante neste tipo de sítio (Ibid.).
Erguida sobranceira à margem esquerda da rib.ª Grande, a anta possui câmara sepulcral de planta poligonal, da qual subsistem três dos esteios graníticos (in situ) que a comporiam de início, assim como um quarto actualmente tombado no seu interior. Quanto à primitiva laje de cobertura - ou "chapéu" - da câmara, é possível que lhe pertença o esteio com superfície insculturada com diversas "covinhas", situado na passagem para o corredor, o mesmo - curto - do qual remanesce um esteio in situ, do lado Norte.
Dos artefactos recolhidos na área possivelmente ocupada pela mamoa - tumulus - coeva, destinada a cobrir o monumento na sua totalidade, constam instrumentos de pedra polida, mós, lâminas e percutores, a par fragmentos cerâmicos e das características (vide supra) placas de xisto decoradas e não decoradas.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

Die Megalithgraber der Iberischen Halbinsel: der Westen, Madrider Forschungen

Local

Berlim

Data

1959

Autor(es)

LEISNER, Vera, LEISNER, Georg Klaus

Título

A consolidação do sistema agro-pastoril, Nova História de Portugal

Local

Lisboa

Data

1990

Autor(es)

JORGE, Susana de Oliveira

Título

O sítio calcolítico do Pombal (Monforte). Uma recuperação possível de velhos e novos dados

Local

Lisboa

Data

2001

Autor(es)

BOAVENTURA, Rui