Saltar para o conteúdo principal da página

Ponte da Portagem, Torre da Portagem e área envolvente - detalhe

Designação

Designação

Ponte da Portagem, Torre da Portagem e área envolvente

Outras Designações / Pesquisas

Ponte Romana da Portagem (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Ponte

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Portalegre / Marvão / São Salvador da Aramenha

Endereço / Local

- -
Portagem

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como CIP - Conjunto de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 429-B/2013, DR, 2.ª série, n.º 123 (suplemento), de 28-06-2013 (com restrições) (ver Portaria)
Relatório final do procediimento aprovado por despacho de 28-06-2013 da diretora-geral da DGPC
Anúncio n.º 178/2013, DR, 2.ª série, n.º 93, de 15-05-2013 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 23-04-2013 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Nova proposta de 9-04-2013 da DRC do Alentejo para que a classificação seja como CIP
Procedimento prorrogado até 30-06-2013 pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251, de 28-12-2012 (ver Diploma)
Anúncion.º 13728/2012, DR, 2.ª série, n.º 225, de 21-11-2012 (ver Anúncio)
Parecer de 22-10-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor a classificação como dois MIP da Ponte e da Torre da Portagem
Proposta de 11-05-2012 da DRC do Alentejo para a classificação como CIP
Procedimento prorrogado pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Edital de 3-01-2066 da CM de Marvão
Despacho de abertura de 29-09-2005 do presidente do IPPAR
Proposta de 9-09-2005 da DR de Évora para a abertura da instrução do processo de classificação

ZEP

Despacho concordante de 30-04-2013 da diretora-geral da DGPC
Parecer de 23-04-2013 da SPAA do CNC a propor que seja estudada uma ZEP para o conjunto
Nova proposta de 9-04-2013 da DRC do Alentejo para a não fixação de ZEP, ao abrigo do art.º 55.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, de 23 de outubro
Anúncio n.º 13728/2012, DR, 2.ª série, n.º 225, de 21-11-2012 (ver Anúncio)
Parecer de 22-10-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura a propor a fixação de uma ZEP conjunta dos dois imóveis
Proposta de 11-05-2012 da DRC do Alentejo para a não fixação de ZEP, nos termos do art.º 55.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, de 23-10-2009

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Ponte da Portagem encontra-se sobre o rio Sever, na localidade com o mesmo nome situada a cerca de sete quilómetros de Marvão.
Esta ponte tem sido confundida com a mencionada no decreto que classifica como Monumento Nacional as ruínas da cidade de Ammaia. Surge na generalidade da bibliografia classificada como romana, mas um estudo publicado nos anos noventa do século passado pelo Professor Jorge Oliveira veio situar a sua construção já no período Moderno.
Este imóvel é construído inteiramente em granito e possui cinco arcos de volta perfeita, encontrando-se entaipado o primeiro situado na margem Norte. O tabuleiro com cerca de 50m de comprimento e 4m de largura, em rampa, não é rectilíneo, sendo delimitado por guardas construídas com silhares em granito com cerca de um metro de altura. O mesmo encontra-se pavimentado com pedra irregular.
Os pegões têm talhamares triangulares a montante e a jusante apresentam uma secção quadrangular.
No que se refere à sua tipologia e cronologia, a observação aproximada deste imóvel leva-nos a identificar a existência de materiais de origem romana, que terão provido da cidade de Ammaia ou da destruição de uma ponte, essa romana, situada a montante, e derrubada no século XVI, para evitar a fuga das taxas alfandegárias, onde no século XVIII terá sido reedificada a actual Ponte dos Olhos de Água.
A Torre aduaneira medieval que se encontra próxima já existia em 1416, sendo a passagem no Sever feita a vau ou utilizando poldras com empedrado submerso ou o açude que se lhe encontra próximo, construção de raiz romana. Situa-se assim a construção desta ponte entre finais do século XVI e inícios do XVIII.
JAM

Imagens

Bibliografia

Título

Pontes Antigas Classificadas

Local

Lisboa

Data

1998

Autor(es)

RIBEIRO, Aníbal Soares

Título

Pontes romanas de Portugal

Local

Lisboa

Data

1999

Autor(es)

PINTO, Paulo Mendes

Título

Inventário Artístico de Portugal - vol. I (Distrito de Portalegre)

Local

Lisboa

Data

1943

Autor(es)

KEIL, Luís

Título

A ponte quinhentista da Portagem, Ibn Maruán

Local

-

Data

1992

Autor(es)

OLIVEIRA, Jorge de