Saltar para o conteúdo principal da página

Gruta de Avecasta - detalhe

Designação

Designação

Gruta de Avecasta

Outras Designações / Pesquisas

Sítio Arqueológico da Avecasta
Gruta da Avecasta / Gruta de Avecasta(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Gruta

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Santarém / Ferreira do Zêzere / Areias e Pias

Endereço / Local

-- -
Avecasta

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como SIP - Sítio de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 170/2013, DR, 2.ª série, n.º 67, de 5-04-2013 (com restrição da área de arqueologia) (ver Portaria)
Procedimento prorrogado até 30-06-2013 pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251, de 28-12-2012 (ver Diploma)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 20-12-2012 da diretora-geral da DGPC
Anúncio n.º 13649/2012, DR, 2.ª série, n.º 212, de 2-11-2012 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 26-09-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 27-08-2012 da DRC de Lisboa e Vale do Tejo para a classificação como SIP
Anúncio n.º 7255/2012, DR, 2.ª série, n.º 66, de 2-04-2012 (ver Anúncio)
Despacho concordante de 13-02-2012 do diretor do IGESPAR, I.P.
Parecer favorável de 23-01-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 19-01-2012 da DRC de Lisboa e Vale do Tejo para alteração dos limites do sítio a classificar
Procedimento prorrogado pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho de abertura de 6-06-2001 do vice-presidente do IPPAR
Proposta de 5-06-2001 do IPA para a abertura da instrução do processo tendo em vista classificação como IIP

ZEP

Portaria n.º 170/2013, DR, 2.ª série, n.º 67, de 5-04-2013 (com restrição da área de arqueologia) (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 20-12-2012 da diretora-geral da DGPC
Anúncio n.º 13649/2012, DR, 2.ª série, n.º 212, de 2-11-2012 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 26-09-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 27-08-2012 da DRC de Lisboa e Vale do Tejo

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

As condições cinegéticas características do termo de Ferreira do Zêzere terão, certamente, contribuído para a fixação de comunidades humanas ao longo dos tempos, beneficiando, nalguns casos, de abrigos naturais existentes nalgumas das suas zonas.
"Em vias de classificação" desde 2001, o "Sítio Arqueológico da Avecasta", ou "Gruta da Avecasta", como será mais conhecido, situa-se em Areias.
Formado por uma cavidade natural de expressivas dimensões, o arqueossítio foi objecto de intervenções arqueológicas entre os inícios dos anos oitenta, finais da década de noventa do século XX (Cf. MATEUS, J. E. do R., QUEIROZ, P. F., 1984), enquadrado naquela que já foi definida como a "quarta etapa" da investigação arqueológica desta região do actual território português, "[...] englobando a execução de projectos plurianuais de incidência regional, do Paleolítico ao Romano e algumas intervenções pontuais em contextos de gruta do vale do Nabão, de que avultam, pela presença de níveis datáveis do Bronze Final, a Gruta da Avecasta." (FÉLIX, P. J. S., 1999, p. 16).
As investigações então conduzidas permitiram identificar diversos níveis arqueológicos correspondentes a diferentes momentos de ocupação do sítio, balizado grosso modo, e, ao que tudo indica, sem grandes hiatus, entre o Calcolítico e a Idade Média., embora com especial incidência durante a Idade do Bronze e o período Tardo-Romano, durante os quais a cavidade foi utilizada para a execução de actividades metalúrgicas, como indiciarão as escórias recolhidas no local. Na verdade, o sítio parece ter sido preferencialmente utilizado na Idade do Bronze, ao qual corresponderá o povoado descoberto no interior da gruta.
Constam dos materiais recolhidos na estação arqueológica artefactos líticos e fragmentos de cerâmica manual, cuja análise confirmará a sua ocupação preferencial no Bronze Final ou na transição para a Idade do Ferro.
Entretanto, perspectiva-se a integração do sítio nos projectos traçados para o "Parque Arqueológico e Ambiental do Médio Tejo", com o envolvimento directo de investigadores e associações patrimoniais, com o necessário apoio autárquico.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

Gruta da Avecasta

Local

Lisboa

Data

1984

Autor(es)

QUEIROZ, Paula Fernanda, MATEUS, José Eduardo do Rosário

Título

A região nabantina no final da Pré-história: algumas considerações acerca do estudo do povoamento do I milénio a. C.

Local

Tomar

Data

1993

Autor(es)

FÉLIX, Paulo Jorge Soares

Título

O desenvolvimento da Espeleologia na região de Tomar

Local

Tomar

Data

1992

Autor(es)

BATATA, Carlos António Moutoso, ARSÉNIO, Paulo

Título

O final da Idade do Bronze no Centro-Oeste Peninsular: a construção do Ribatejo Norte, Revista de Guimarães

Local

Guimarães

Data

1999

Autor(es)

FÉLIX, Paulo Jorge Soares

Título

O Laboratório de Paleoecologia e Arqueobotânica - Uma visita guiada aos seus programas, linhas de trabalho e perspectivas, Paleoecologia Humana e Arqueociências. Um Programa Multidisciplinar para a Arqueologia sob a Tutela da Cultura

Local

Lisboa

Data

2003

Autor(es)

QUEIROZ, Paula Fernanda, MATEUS, José Eduardo do Rosário, LEEUWAARDEN, Wim Van