Saltar para o conteúdo principal da página

Edifício Parnaso - detalhe

Designação

Designação

Edifício Parnaso

Outras Designações

Edifício de Habitação, Comércio e Serviços "Parnaso"

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Edifício

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Porto / Porto / Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória

Endereço / Local

Rua de Oliveira Monteiro
Porto

Rua de Nossa Senhora de Fátima
Porto

Número de Polícia: 231

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 144/2013, DR, 2.ª série, n.º 53, de 15-03-2013 (ver Portaria)
Procedimento prorrogado até 30-06-2013 pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251, de 28-12-2012 (ver Diploma)
Anúncio n.º 13491/2012, DR, 2.ª série, n.º 189 de 28-09-2012 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 11-01-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Procedimento prorrogado pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Proposta de 8-09-2011 da DRC do Norte para a classificação como MIP
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho Nº 130/2004-PRES de 30-12-2004 do presidente do IPPAR a determinar a abertura do processo de instrução da classificação
Proposta de classificação de 25-10-1984 de particulares

ZEP

Portaria n.º 144/2013, DR, 2.ª série, n.º 53, de 15-03-2013 (sem restrições) (ver Portaria)
Anúncio n.º 13491/2012, DR, 2.ª série, n.º 189 de 28-09-2012 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 11-01-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 8-09-2011 da DRC do Norte

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

"Grande edifício, reúne um programa complexo (apartamentos, comércio e equipamento cultural: a escola de música "Parnaso") explorando com generosidade humanista um folgado lote de gaveto. Apesar de constituir a obra de início de carrera do autor, revela uma clara maturidade no modo como os princípios do movimento moderno se adaptam à realidade portuense. O edifício "Parnaso" é, nesse sentido, exemplar: na integração do edifício no espaço envolvente tratado como jardim, no modo como se articulam as diferentes funções, na variedade tipológica dos apartamentos utilizando o sistema distributivo em galeria e, finalmente, na plasticidade da proposta agenciada a partir de volumes puros. Um corpo de expressiva marcação vertical, a coluna transparente de acessos, articula o gaveto quer com o volume dos apartamentos acentuado pela horizontalidade das galerias (do lado da Rua de Nossa Senhora de Fátima), quer com a série de volumes escalonados do corpo fragmentado dos estabelecimentos comerciais virado à outra rua." (texto de Ana Tostões, inserido na exposição Arquitectura Moderna Portuguesa, IPPAR, 2001)

Imagens

Bibliografia

Título

"Arquitectura Moderna Portuguesa 1920-1970. Um Património a Conhecer e Salvaguardar"

Local

Lisboa

Data

2004

Autor(es)

AA.VV.

Título

"Os Verdes Anos na Arquitectura Portuguesa dos Anos 50"

Local

-

Data

-

Autor(es)

-