Saltar para o conteúdo principal da página

Imóvel onde se encontra a Ourivesaria Cunha, incluindo a Ourivesaria Cunha e o seu recheio - detalhe

Designação

Designação

Imóvel onde se encontra a Ourivesaria Cunha, incluindo a Ourivesaria Cunha e o seu recheio

Outras Designações / Pesquisas

Edifício na Rua 31 de janeiro, n.º 200 a 202 / Edifício da Ourivesaria Cunha(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Edifício

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Porto / Porto / Cedofeita, Santo Ildefonso, Sé, Miragaia, São Nicolau e Vitória

Endereço / Local

Rua 31 de Janeiro
Porto

Número de Polícia: 200-202

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 5/2002, DR, I Série-B. n.º 42, de 19-02-2002 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Este edifício que constitui um exemplar notável de arquitectura comercial Arte Nova apresenta também algumas referências à Arquitectura do Ferro e Rocaille, principalmente nas formas concheadas e onduladas como volutas e grinaldas. Apresenta afinidades com a Casa Vicent e a Ourivesaria Oliveira & Filhos, localizadas na mesma rua e todas elas mandadas construir pela Companhia Aliança.
A fachada principal orientada a Norte, que confronta com a Rua 31 de Janeiro, apresenta uma "devanture", superfície trabalhada em ferro fundido e lioz nacional, com aplicações em bronze dourado e latão polido. Nesta "devanture" está inserida a porta de acesso aos andares superiores do edifício, decorada com elementos escultóricos executados em pedra lioz. Na zona da fachada principal que corresponde à Ourivesaria podemos ver uma porta, ladeada por duas vitrines recortadas na parte superior e onduladas na inferior. O vão está executado em ferro decorado com frisos delicados e grinaldas. A entrada da loja é coroada por um entablamento interrompido por volutas entre as quais se inscreve a escultura de José de Oliveira Ferreira, intitulada "Grupo de Amores". O espaço interior da ourivesaria é constituído por dois salões separados por um arco abatido apoiado em duas colunas, contendo o primeiro vitrines Arte Nova executadas em madeira encerada. No segundo existe uma escada em caracol de acesso à cave e, é onde se encontra o mobiliário mais antigo pertencente à primitiva loja na Rua do Loureiro. No interior as paredes são forradas a papel, os tectos em estuque trabalhado e pintado e o pavimento é executado em soalho de madeira.
AAM

Imagens