Saltar para o conteúdo principal da página

Conjunto dos edifícios da Associação Académica de Coimbra, Teatro Académico de Gil Vicente e Cantinas - detalhe

Designação

Designação

Conjunto dos edifícios da Associação Académica de Coimbra, Teatro Académico de Gil Vicente e Cantinas

Outras Designações / Pesquisas

Associação Académica de Coimbra (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt) / Teatro Académico Gil Vicente (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Edifício

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Coimbra / Coimbra (Sé Nova, Santa Cruz, Almedina e São Bartolomeu)

Endereço / Local

Avenida Sá da Bandeira
Coimbra

Rua Oliveira Matos
Coimbra

Rua Padre António Vieira
Coimbra

Número de Polícia: 1

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 78/2010, DR, 2.ª série, n.º 15, de 22-01-2010 (ver Portaria)
Edital N.º 91/2008 de 30-05-2008 da CM de Coimbra
Edital N.º 115/07 de13-02-2007 da CM de Coimbra
Despacho de homologação de 28-01-2008 da Ministra da Cultura
Parecer favorável de 20-12-2006 do Conselho Consultivo do IPPAR
Proposta de 11-10-2006 da DR de Coimbra para a classificação como IIP
Edital N.º 112/06 de 3-03-2006 da CM de Coimbra
Despacho de abertura de 2-02-2006 do presidente do IPPAR
Parecer de 20-12-2006 do Conselho Consultivo do IPPAR
Proposta de abertura de 31-01-2006 da DR de Coimbra, com o processo devidamente instruído
Despacho N.º 127/2004 - PRES de 30-12-2004 do presidente do IPPAR a determinar a abertura do processo de classificação

ZEP

Portaria n.º 78/2010, DR, 2.ª Série, n.º 15, de 22-01-2010 (sem restrições) (ver Portaria)
Edital N.º 91/2008 de 30-05-2008 da CM de Coimbra
Edital N.º 115/07 de13-02-2007 da CM de Coimbra
Despacho de homologação de 28-01-2008 da Ministra da Cultura
Parecer favorável de 20-12-2006 do Conselho Consultivo do IPPAR
Proposta de 11-10-2006 da DR de Coimbra

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O local escolhido pela Universidade para as instalações da sua Associação Académica (composto pelas cantinas, ginásio, teatro, saloas de ensaio e projecções) era um espaço nobre, o único situado a cota baixa, no contexto da Cidade Universitária. A articulação de vários corpos e de várias escalas, bem como a utilização subtil de diversas linguagens contaminam qualificadamente a expressão de «estilo internacional».
Organizando e potenciando a qualidade ambiental do interior do quarteirão, a síntese mais consequente deste trabalho é dada pelo êxito da dicotomia frente urbana/interior do quarteirão. De facto, salvaguardando algumas nuances, como a traseira do teatro, é muito intensa a relação criada entre o grande pátio interior e todos os corpos que para ele se viram.
Foi muito marcante o seu impacte na cidade do início dos anos 60, ainda não refeita da brutal destruição da Alta, avessa a tudo o que fosse novo e desconfiada de tudo o que transpirasse modernidade.
Ana Tostões, Arquitectura Moderna Portuguesa, 1920-1970.

Imagens

Bibliografia

Título

Os Verdes Anos na Arquitectura Portuguesa dos Anos 50

Local

-

Data

-

Autor(es)

-

Título

Arquitectura Moderna Portuguesa 1920-1970. Um Património a Conhecer e Salvaguardar

Local

Lisboa

Data

2004

Autor(es)

AA.VV.

Título

Património Edificado com Interesse Cultural - Concelho de Coimbra

Local

Coimbra

Data

2009

Autor(es)

Câmara Municipal de Coimbra - Departamento de Cultura