Saltar para o conteúdo principal da página

Casa Rural - detalhe

Designação

Designação

Casa Rural

Outras Designações / Pesquisas

Casa na Rua do Emigrante, n.º 19 (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

-

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Figueira da Foz / Ferreira-a-Nova

Endereço / Local

Rua dos Emigrantes
Barreiras

Número de Polícia: 19

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIM - Monumento de Interesse Municipal

Cronologia

Edital n.º 31/2014 de 18-02-2014 da CM da Figueira da Foz
Deliberação camarária de 6-01-2014 a aprovar a classificação como MIM
Despacho de 4-11-2013 da diretora-geral da DGPC a determinar o arquivamento do procedimento de âmbito nacional
Proposta de arquivamento de 25-10-2013 da DRC do Centro, por não ter valor nacional
Pedido de parecer de 02-07-2013 da CM da Figueira da Foz sobre a eventual classificação como de IM
Deliberação de 23-04-2013 da CM da Figueira da Foz a determinar a abertura do procedimento de classificação como de IM, após requerimento do proprietário

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Localizada no extremo noroeste da povoação de Barreiras, a Casa Rural é uma pequena habitação rústica. A casa é virada para a eira e para o terreno que ficam defronte, tendo anexos alguns espaços de armazém destinados a atividades agrícolas.
O edifício apresenta uma planta retangular de piso único rematado por telhado de duas águas, com fachada de gosto vernáculo, cujo frontispício apresenta uma porta ladeada por duas janelas. O espaço interior é composto por uma sala, um quarto e uma cozinha, com chaminé de canto.
História
A Casa Rural de Barreiras foi edificada em finais do século XIX, tendo sofrido algumas intervenções posteriores. Ao longo do tempo, e apesar de transformações descaracterizadoras, a habitação mantém elementos construtivos originais, como as paredes exteriores em taipa, as interiores em tabique, a cobertura em telha marselha.
Esta casa insere-se na tipologia de casa térrea típica da região da Gândara, Figueira da Foz, que se caracteriza por "uma fachada frontal, composta de um motivo típico de janela-porta-janela, e um celeiro com postigos, ou casa de pátio, sempre de carácter acentuadamente rural e construída em materiais pobres, mas que, todavia, vira para a rua uma frontaria mais airosa e esmerada, sob o pequeno beiral linear de um telhado de duas águas" (DRCC - Processo de classificação, 2013).
Atendendo às suas características locais, a Casa Rural foi classificada como de interesse municipal em 2004.
Catarina Oliveira
DGPC, 2019

Imagens