Saltar para o conteúdo principal da página

Jazigo de Joaquim Bernardo de Sousa Lobo - detalhe

Designação

Designação

Jazigo de Joaquim Bernardo de Sousa Lobo

Outras Designações / Pesquisas

-

Categoria / Tipologia

-

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Leiria / Nazaré / Nazaré

Endereço / Local

- Talhão n.º 7, Jazigo n.º 11 do Cemitério Municipal da Nazaré (Pederneira)
Nazaré

Proteção

Situação Actual

Procedimento encerrado / arquivado - sem protecção legal

Categoria de Protecção

Não aplicável

Cronologia

Aviso n.º 2663/2020, DR, 2.ª série, n.º 33, de 17-02-2020 (ver Aviso)
Deliberação de 16-12-2019 da CM da Nazaré a determinar o arquivamento do procedimento
Edital n.º 24/2013 de 12-06-2013 da CM da Nazaré
Deliberação camarária 11-06-2013 a alterar a abertura para monumento de interesse municipal (MIM)
Edital n.º 10/2013 de 21-03-2013 da CM da Nazaré
Deliberação camarária 18-03-2013 a determinar a abertura do procedimento de classificação como de IM

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

De planta rectangular, o jazigo de Joaquim Bernardo de Sousa Lobo apresenta fachada composta por painéis laminados de pedra calcária, com porta de entrada em ferro fundido e vidro transparente, sobre a qual foram insculpidos a relevo as iniciais J. B. S. LOBO e o símbolo do Instituto de Socorros a Náufragos. A ladear o remate, em frontão triangular com cruz, foram colocados dois pináculos.
Joaquim Bernardo de Sousa Lobo integrou a Marinha de Guerra Portuguesa, tendo sido destacado para a Nazaré com a patente de Cabo de Mar, nos Socorros a Náufragos, como encarregado da Barca de Salva-Vidas, tornando-se num dos maiores heróis da história do Instituto.
Catarina Oliveira
DGPC/ Julho de 2013