Saltar para o conteúdo principal da página

Povoado Fortificado de Cossourado ou Forte da Cidade - detalhe

Designação

Designação

Povoado Fortificado de Cossourado ou Forte da Cidade

Outras Designações / Pesquisas

Povoado fortificado de Cossourado / Forte da cidade(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Castro

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Viana do Castelo / Paredes de Coura; Vila Nova de Cerveira / Cossourado e Linhares; Sapardos

Endereço / Local

- -
Forte da Cidade e Monte da Cividade

Proteção

Situação Actual

Em Vias de Classificação

Categoria de Protecção

Em Vias de Classificação (com Despacho de Abertura)

Cronologia

Parecer favorável de 10-10-2018 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 4-05-2016 da DRC do Norte para a classificação como SIN /MN
Anúncio n.º 364/2013, DR, 2.ª série, n.º 225, de 20-11-2013 (ver Anúncio)
Despacho de 27-09-2013 da diretora-geral da DGPC a determinar a abertura de novo procedimento de classificação
Proposta de 4-07-2013 da DRC do Norte para a abertura de novo procedimento de classificação
Anúncio n.º 13781/2012, DR, 2.ª série, n.º 246, de 20-12-2012 (ver Anúncio)
Despacho de arquivamento de 16-11-2012 da diretora-geral da DGPC, com fundamento na existência de deficiências de instrução consideradas insanáveis em tempo útil
Proposta de 12-11-2012 da DRC do Norte para a classificação como SIP
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho de abertura de 8-11-1996 do vice-presidente do IPPAR
Proposta dde 4-11-1996 da DR do Porto para a abertura da instrução do processo de classificação
Proposta de classificação de 22-02-1996 da CM de Paredes de Coura

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

O Povoado da "Cividade do Cossourado" está situado numa área particularmente abundante em monumentos arqueológicos. E, à semelhança dos restantes povoados de altura da Idade do Ferro, inseridos no contexto da denominada "cultura castreja", este castro ergue-se de forma bastante destacada, com um forte domínio sobre a paisagem envolvente.
Estamos, por conseguinte, em presença de um povoado com uma área ocupacional de aproximadamente dez hectares, dotado de um sistema defensivo constituído por três linhas de muralha construídas em material pétreo da região. As campanhas arqueológicas conduzidas no local permitiram identificar várias estruturas domésticas, de planta circular, rectangular e elíptica, no recinto delimitado pelo troço de muralha interno, como sucede, aliás, na maioria dos povoados da mesma tipologia e cronologia.
O material recolhido no local é bastante específico desta tipologia e cronologia de povoados, pois, a par de fragmentos de cerâmica da Idade do Ferro, encontraram-se mós manuais, artefactos de bronze e pesos de rede, num testemunho claro das actividades económicas que dominariam o quotidiano da sua população.
Embora seja uma característica bastante presente na maioria destes povoados, ainda não foram registados elementos materiais que pudessem confirmar a reutilização do seu espaço em períodos posteriores, sobretudo durante o processo de romanização do actual território português, numa prova, não apenas da sua excelente condição estratégica, como de sobreposição de poderes, através da reapropriação dos mesmos espaços aduzidos de uma profunda simbologia, mesmo que memorial, para as gentes locais. Uma constatação que nem o facto de passar, na base do monte em que se ergue o povoado, a IV via militar romana, que, durante a Antiguidade, fazia a ligação entre localidades tão importantes, quanto as de Bracara Augusta (Braga) e Asturica Augusta (Astorga), parece ter desmentido.
[AMartins]

Imagens

Bibliografia

Título

300 Sítios arqueológicos visitáveis em Portugal, Al-madan

Local

Almada

Data

2001

Autor(es)

RAPOSO, Jorge

Título

Estudo, conservação, restauro, dinamização e divulgação do povoamento castrejo da Bacia Superior do Rio Coura: primeiros resultados, Actas do 1.º Congresso de Arqueologia Peninsular

Local

Porto

Data

1994

Autor(es)

SILVA, Maria de Fátima Matos

Título

A Cividade de Cossourado: um testemunho de tempos proto-históricos, Boletim Municipal de Paredes de Coura

Local

Paredes de Coura

Data

1997

Autor(es)

SILVA, Maria de Fátima Matos, SILVA, Carlos Alberto Gouveia da

Título

Breve viagem pelo património arqueológico do concelho, Boletim Municipal de Paredes de Coura

Local

Paredes de Coura

Data

1996

Autor(es)

SILVA, Maria de Fátima Matos, SILVA, Carlos Alberto Gouveia da

Título

Campo Internacional de Arqueologia em Paredes de Coura, Boletim Municipal de Paredes de Coura

Local

Paredes de Coura

Data

1995

Autor(es)

SILVA, Carlos Alberto Gouveia da

Título

Projecto de musealização e divulgação do povoado fortificado de Cossourado, Boletim Municipal de Paredes de Coura

Local

Paredes de Coura

Data

1997

Autor(es)

SILVA, Carlos Alberto Gouveia da

Título

Estudo, conservação, restauro, dinamização e divulgação do povoamento castrejo da Bacia Superior do Rio Coura: primeiros resultados, Actas do 1º Congresso de Arqueologia Peninsular

Local

Porto

Data

1994

Autor(es)

SILVA, Maria de Fátima Matos

Título

O gabinete de arqueologia e património da Câmara Municipal de Paredes de Coura, Cadernos de Arqueologia e Património

Local

Paredes de Coura

Data

1992

Autor(es)

SILVA, Maria de Fátima Matos

Título

A toponímia castreja. Distribuição e significado, Lucerna

Local

Porto

Data

1966

Autor(es)

MOITA, Irisalva Nóbrega

Título

O arqueólogo Martins Sarmento e o Distrito de Viana do Castelo, Arquivo de Viana do Castelo

Local

Viana do Castelo

Data

1943

Autor(es)

CARDOZO, Mário