Saltar para o conteúdo principal da página

Casa do Penedo - detalhe

Designação

Designação

Casa do Penedo

Outras Designações / Pesquisas

Casa dos Mouros / Casa do Penedo (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Oliveira do Hospital / Nogueira do Cravo

Endereço / Local

Avenida Nova
Nogueira do Cravo

Estrada da Torre
Nogueira do Cravo

Proteção

Situação Actual

Em Vias de Classificação

Categoria de Protecção

Em Vias de Classificação (Homologado como IM -...

Cronologia

Enviada cópia do processo pelo Ministério da Cultura à CM de Oliveira do Hospital em 24-06-2010 a fim de ponderar a conclusão do procedimento
Despacho de homologação de 12-09-1997 do Ministro da Cultura
Parecer favorável de 24-01-1995 do Conselho Consultivo do IPPAR
Proposta 4-08-1994 da DR de Coimbra para a classificação como VC
Proposta de classificação de 28-02-1994 de particular

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Edificada no centro da povoação de Nogueira do Cravo, a Casa do Penedo, ou Casa dos Mouros, é uma habitação de cariz popular, em granito, que se desenvolve em planimetria retangular dividida em dois corpos distintos, construídos em diferentes épocas, integrando ainda um anexo isolado.
O corpo principal, em forma de torre, está edificado sobre um penedo, que se incorpora no espaço interior da casa. A tradição local afirma que esta construção terá sido erigida pelos mouros como torre de vigia islâmica.
O segundo corpo, de planimetria quadrangular, foi adossado à fachada norte da torre, dividindo-se em dois pisos e apresentando, na fachada principal, um balcão de pedra erguido sobre uma porta, que permite o acesso ao primeiro andar.
Ambos os corpos são rasgados por um número reduzido de janelas, todas abertas a espaços irregulares.
O anexo possui apenas um andar, albergando no seu interior um lagar, parcialmente escavado numa rocha granítica, que apresenta restos de uma lagareta e o contrapeso de uma antiga vara.
Recentemente, a Casa do Penedo recebeu obras de restauro, que alterou substancialmente e modernizou o seu interior.
História
Como referido, a tradição local atribui a origem da Casa do Penedo à época medieval, identificando a sua primeira configuração como uma suposta torre de vigia islâmica, edificada entre os séculos VIII e IX, numa fundação que justificaria a designação de Casa dos Mouros, pela qual também é conhecida. No entanto, nem este dado está confirmado nem, sequer, a presença muçulmana na região está devidamente documentada e estudada.
Embora se desconheçam quaisquer referências medievais a esta estrutura, certo é que parte do aparelho construtivo corresponde a uma fase medieval. A posição dominante em que se encontra, no topo de um penedo de alguma relevância e com valor estratégico sobre uma área agrícola fértil, sugere que a estrutura tenha tido valor militar, ou, pelo menos, de controlo efectivo do território.
Mais tarde, seguramente depois do século XVI, a torre de dois andares foi transformada em casa de habitação, na qual foi edificado um lagar de vinho.
Na segunda metade do século XX registaram-se algumas obras de conservação, reforçando-se a base do penedo e substituindo-se a cobertura das dependências.
Cerca de 2009 foram realizadas novas obras, e no presente a casa é alugada para fins turísticos.
Catarina Oliveira
DGPC, 2016

Imagens