Saltar para o conteúdo principal da página

Castelo de Montalvão - detalhe

Designação

Designação

Castelo de Montalvão

Outras Designações / Pesquisas

Castelo de Montalvão(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Militar / Castelo

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Portalegre / Nisa / Montalvão

Endereço / Local

- -
Montalvão

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 643/2012, DR, de 2.ª série, n.º 212, de 2-11-2012 (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 4-09-2012 do diretor-geral da DGPC
Anúncio n.º 12203/2012, DR, 2.ª série, n.º 107, de 1-06-2012 (ver Anúncio)
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Despacho de concordância de 23-11-2011 do diretor do IGESPAR, I.P.
Parecer favorável de 23-11-2011 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Proposta de 24-11-2010 da DRC do Alentejo para a classificação como MIP
Despacho de abertura de 20-10-1994 do presidente do IPPAR
Parecer de 9-08-1994 do Conselho Consultivo do IPPAR a propor a classificação como IIP
Proposta de 16-05-1994 da DR de Évora para a abertura da instrução do processo de classificação
Proposta de classificação de 6-05-1994 da CM de Nisa

ZEP

Portaria n.º 643/2012, DR, de 2.ª série, n.º 212, de 2-11-2012 (sem restrições) (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 4-09-2012 do diretor-geral da DGPC
Anúncio n.º 12203/2012, DR, 2.ª série, n.º 107, de 1-06-2012 (ver Anúncio)
Despacho de concordância de 23-11-2011 do diretor do IGESPAR, I.P.
Parecer favorável de 23-11-2011 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 24-11-2010 da DRC do Alentejo

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Montalvão foi uma importante povoação do Alto Alentejo nos primeiros tempos da monarquia portuguesa. A necessidade de protecção deste sector da fronteira, aliada à pouco efectiva presença populacional, determinou que a localidade se instituísse como sede de um território vital para a sobrevivência da ordem cristã na região. Não admira, por isso, que tenha sido Comenda da Ordem de Cristo, instituição que terá estado na origem do castelo que genericamente chegou até nós. A sua construção tem sido apontada no reinado de D. Dinis, mas o monumento carece ainda de um estudo arqueológico mais vasto que permita extrair conclusões acerca das fases de ocupação por que passou.
A fortaleza baixo-medieval não terá sido uma obra de grande envergadura, na medida em que, nos inícios do século XVI, Duarte d'Armas desenhou-a como tendo apenas uma muralha, sem qualquer torre anexa, fazendo-se o acesso ao espaço intra-muros por porta única. Essa entrada foi reconstruída um século depois, por certamente apresentar grande ruína, adquirindo então a feição classicizante, de lintel recto entre pilastras que suportam uma arquitrave, que ainda hoje ostenta, e que contrasta com o aparelho miúdo e irregular com que a cerca que define o castelo foi executada.
PAF

Imagens