Saltar para o conteúdo principal da página

Casa Nobre do Morgado e Capela de Santo António - detalhe

Designação

Designação

Casa Nobre do Morgado e Capela de Santo António

Outras Designações / Pesquisas

Casa Nobre do Morgado / Solar dos Ornelas ou Nápoles e Capela de Santo António (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Montemor-o-Velho / Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca

Endereço / Local

Rua de Santo António
Abrunheira

Número de Polícia: 29-31

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

Edital de 2-08-2004 da CM de Montemor-o-Velho, publicado em 6-08-2004
Enviada cópia do processo à CM em Junho de 2002
Despacho de concordância de 1-10-2002 do presidente do IPPAR
Parecer de 26-09-2002 do Conselho Consultivo do IPPAR a propor a não atribuição de uma classificação de âmbito nacional e o envio do processo á autarquia br>Proposta de 16-03-1999 da DR de Coimbra a propor a classificação como de IP
Novo despacho de abertura de 7-10-1998 do vice-presidente do IPPAR
Despacho de abertura de 13-02-1992 do presidente do IPPC
Processo iniciado em 1985 no IPPC

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Casa Nobre e a Capela de Santo António inserem-se na malha urbana da freguesia da Abrunheira, destacando-se, não pelos excessos decorativos ou forte pendor cenoráfico mas, antes, pela sobriedade da sua fachada principal, bastante longa, e no extremo da qual, se ergue a pequena capela, de grande significado no contexto religioso da população.
Não se sabe ao certo quem edificou a casa, embora a capela tenha sido construída no último quartel do século XVII, por iniciativa da então proprietária D. Maria Marques (viúva do capitão António Rodrigues Pinto), que obteve autorização do Bispo de Coimbra D. João Manuel (CONCEIÇÃO, 1992, p. 242). É natural que o solar remonte à mesma época, ainda que as suas características apontem para uma arquitectura barroca, setecentista (GONÇALVES, 1947, p. 141). O brasão, sobre o portal principal, exibe as armas dos Ornelas, Abreu, Fonseca e Moura, sabendo-se que, no século XVIII, José de Ornelas da Fonseca Nápoles foi o último detentor do vínculo do morgadio.
De planta rectangular, a casa de habitação apresenta uma longa fachada principal, flanqueada por cunhais-pilastras e com a divisão em dois pisos sublinhada pelo friso que percorre todo o alçado, acentuando o sentido horizontalizante do conjunto. Ambos os andares são abertos por janelas de verga curva, embora o andar nobre se destaque pelas dimensões superiores dos vãos e pelo remate dos mesmos com cimalha saliente. O ritmo não simétrico destes vãos (no piso térreo existem 6 janelas e no piso superior 9) converge, ao centro, no portal de cantaria, encimado por um frontão interrompido pelo já referido brasão de armas da família.
No alinhamento deste alçado, mas num plano mais recuado, surge a capela, de dimensões reduzidas, com acesso directo para a via pública através de um portão, aberto no muro do prolongamento da fachada. Uma pequena escadaria liga-se à porta da capela, que se situa a meio da nave. A janela que observamos nesta fachada, junto à porta, corresponde, pois, à capela-mor. É flanqueada por fortes pilastras-cunhais, sobrepujados por pináculos.
No interior, a nave é coberta por abóbada pintada, com a representação de Nossa Senhora, ao centro. Uma tribuna com balaustrada, permite uma ligação directa ao solar. O retábulo de talha dourada, joanino, foi um aquisição posterior à edificação da capela, destacando-se ainda a imagem de santo António, a quem o pequeno templo é dedicado, e um Cristo crucificado, em marfim e pau santo, indo-português.
(Rosário Carvalho)

Imagens

Bibliografia

Título

Inventário Artístico de Portugal: distrito de Coimbra

Local

Lisboa

Data

1952

Autor(es)

GONCALVES, António Nogueira, CORREIA, Vergílio

Título

Memória Descritiva, Proceso de Classificação da Casa Nobre do Morgado e Capela de Santo António, IPPAR/DRC

Local

Coimbra

Data

1991

Autor(es)

TRINDADE, Maria Luísa

Título

Terras de Montemor-o-Velho

Local

-

Data

1992

Autor(es)

CONCEIÇÃO, Augusto dos Santos