Saltar para o conteúdo principal da página

Núcleo principal da antiga Escola Politécnica - Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa - detalhe

Designação

Designação

Núcleo principal da antiga Escola Politécnica - Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Outras Designações / Pesquisas

Antigo Colégio dos Nobres / Antiga Casa do Noviciado da Cotovia da Companhia de Jesus / Casa do Noviciado de Nossa Senhora da Assunção da Cotovia / Colégio dos Nobres / Escola Politécnica / Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Colégio

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Lisboa / Santo António

Endereço / Local

Rua da Escola Politecnica
Lisboa

Número de Polícia: 56

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 287/2013, DR, 2.ª série, n.º 92, de 14-05-2013 (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 16-01-2013 da diretora-geral da DGPC
Procedimento prorrogado até 30-06-2013 pelo Decreto-Lei n.º 265/2012, DR, 1.ª série, n.º 251, de 28-12-2012 (ver Diploma)
Anúncio n.º 13710/2012, DR, 2.ª série , n.º 223, de 19-11-2012 (ver Anúncio)
Parecer favorável de 22-10-2012 da SPAA do Conselho Nacional de Cultura
Proposta de 2-10-2012 da DRC de Lisboa e Vale do Tejo para a classificação como MIP
Procedimento prorrogado pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho de abertura de 18-06-1999 do vice-presidente do IPPAR
Proposta 15-06-1999 da DR de Lisboa para a abertura da instrução de processo de classificação
Proposta de classificação de 25-02-1982 da Faculdade de Ciências

ZEP

Em 4-01-2019 foi solicitado à CM de Lisboa o envio de parecer sobre a proposta
Despacho de concordância de 7-12-2018 da diretora-geral da DGPC
Proposta de 23-11-2018 do Departamento dos Bens Culturais da DGPC para a ZEP do Núcleo principal da antiga Escola Politécnica - Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, do jardim Botânico de Lisboa e do Picadeiro do antigo Colégio dos Nobres

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Em finais do século XVI, é construído, na antiga Quinta do Monte Olivete, a Casa do Noviciado da Cotovia, segundo risco de Baltazar Álvares. Entretanto, com a expulsão dos Jesuítas, em 1759, o noviciado é transformado em Colégio do Nobres, pelo Marquês de Pombal, tendo sido, então, reconstruído e adaptado por Carlos Mardel, em consequência dos danos provocados pelo terramoto de 1755. Com a instituição do regime liberal, o Colégio foi extinto, criando-se, em 1837, a Escola Politécnica, entretanto devastada por um incêndio de grandes proporções, que deflagrou em 1843, ficando, na altura, totalmente destruída a igreja em torno da qual se desenvolvia todo o complexo arquitectónico. A nova traça do edifício era, nitidamente, de inspiração neoclássica, e foi sendo realizado segundo projectos de Silva e Costa, Monteiro e, por fim, Pézerat, que se prolongaram, no seu conjunto, até, sensivelmente, 1878. Essa leitura estilística ainda se mantém, e é visível, por exemplo, no exterior da sua volumetria quadrilátera, coberta por telhados a 3 águas, bem como nos pares simétricos das entradas laterais localizadas nas suas fachadas nascente e poente - desenvolvidas em 4 níveis -, cada uma evidenciando 3 vãos de frontões triangulares, assim como nas pilastras como no pórtico, sendo que todo o conjunto se organiza em alas, por sua vez distribuídas em redor de um pátio. De plena centúria de oitocentos, é natural que este edifício denote a influência da denominada "Arquitectura do Ferro", sobretudo ao nível de colunas e entablamentos, bem como no amplo átrio de distribuição de circuitos, com galeria superior. Com a república, a Universidade de Lisboa é reconstituída em 1911 e, nesse mesmo espaço, instala-se, precisamente, a Faculdade de Ciências, em substituição da anterior Escola Politécnica, procedendo-se, então, a compreensíveis intervenções, que visavam a alteração da distribuição dos seus espaços interiores, nomeadamente criando um piso intermédio entre o 2.º e o vão do telhado. Tendo um incêndio atingido quase toda a metade nascente do grande quadrilátero, em 1878, inutilizando vastas e únicas colecções de Zoologia e Mineralogia, levou-se a cabo, a partir dessa altura, uma lenta reconstituição desses espaços, assim, afectados, bem como a reposição das próprias colecções. Em 1982, o Conselho Directivo da Faculdade de Ciências de Lisboa solicitou a classificação conjunta do Jardim Botânico, Observatório Astronómico, Laboratório de Química e Anfiteatro de Química, este último, considerado, em finais do séc. 19, como um dos mais bem apetrechados de toda a Europa, com a sua ampla sala de considerável pé-direito com uma galeria a rodear todo o seu interior, assente em colunas de ferro fundido, e possuindo uma iluminação natural de carácter zenital. Comunicando com o Laboratório, encontra-se o próprio Anfiteatro de Química, construído na mesma época. Actualmente, pretende-se levar a cabo uma série de intervenções, que deverão incluir, para além do restauro, a própria reposição do primitivo "fácies" do Observatório Astronómico, Laboratório e Anfiteatro de Química, assim como a recuperação de variados instrumentos científicos.

Imagens

Bibliografia

Título

Monumentos Sacros de Lisboa em 1883

Local

-

Data

1924

Autor(es)

PEREIRA, Luís Gonzaga

Título

Depois do Terramoto. Subsídios para a História dos Bairros Ocidentais de Lisboa

Local

-

Data

1967

Autor(es)

SEQUEIRA, Gustavo de Matos

Título

Lisboa Pombalina e o Iluminismo

Local

Lisboa

Data

1987

Autor(es)

FRANÇA, José-Augusto

Título

Peregrinações em Lisboa

Local

Lisboa

Data

1939

Autor(es)

ARAÚJO, Norberto de

Título

História da Fundação do Real Colégio dos Nobres de Lisboa (1761 - 1772)

Local

Coimbra

Data

1959

Autor(es)

CARVALHO, Rómulo de

Título

O Edifício da Faculdade de Ciências: quatro séculos de retratos institucionais

Local

Lisboa

Data

1987

Autor(es)

RIBEIRO, José Lopes