Saltar para o conteúdo principal da página

Casa do Alpendre - detalhe

Designação

Designação

Casa do Alpendre

Outras Designações / Pesquisas

Casa do Alpendre no Largo do Espírito Santo(Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Casa

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Guarda / Guarda / Guarda

Endereço / Local

Largo do Espírito Santo
Guarda

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

Deliberação de 2-02-2005 da CM da Guarda

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Situada no Largo do Espírito Santo, frente à Porta d'El-Rei, a Casa do Alpendre é um edifício habitacional, construído entre os séculos XIV e XV, que se desenvolve numa planta quadrangular dividida em dois pisos.
O imóvel apresenta na fachada um balcão alpendrado, suportado por colunas toscanas, ao qual se acede através de uma escadaria dupla, que terão sido acrescentados já na época moderna, no intuito de enobrecer o frontispício.
As fachadas laterais são rasgadas por janelas de peito e portas, abertas a espaços regulares, o que imprime bastante regularidade ao conjunto.
A casa possui um jardim nas traseiras, que na época da sua construção teria uma fonte de mergulho tradicional.
História
Edificada entre as centúrias de Trezentos e Quatrocentos, a Casa do Alpendre é um importante testemunho do desenvolvimento urbanístico da Guarda, uma vez que acompanhou a expansão da urbe para o espaço extra-muros, erguendo-se precisamente junto a uma das cinco portas da cidade, a Porta d'El-Rei, que permitia a entrada do lado oeste da muralha.
Diversas hipóteses apontam para o facto de no local onde foi edificada a casa ter existido um cemitério, extinto no século XV, possivelmente ligado à Capela do Espírito Santo, que até ao início do século XX se situava em frente à casa.
Já no início da idade moderna, quando foi realizado o tombo dos bens do concelho da Guarda, são referidas algumas casas no exterior da Porta d'El Rei, sendo possível que a Casa do Alpendre fosse uma destas habitações (Gomes: 1987, p. 60).
O edifício foi objeto de obras de remodelação na primeira metade do século XVII, das quais resulta o alpendre que antecede a fachada e que acabaria por se tornar o elemento mais característico da habitação. A estrutura, de um geometrismo rigoroso, apresenta-se com formas depuradas, sóbrias e robustas, inserindo-se na tipologia beirã de residência dos séculos XVI e XVII.
A Casa do Alpendre está classificada como de interesse municipal desde 2005.
Catarina Oliveira
DGPC, 2017

Imagens

Bibliografia

Título

A Guarda medieval, posição, morfologia e sociedade (1200-1500)

Local

Lisboa

Data

1987

Autor(es)

GOMES, Rita Costa

Título

Guia de Portugal, Beira II - Beira Baixa e Beira Alta

Local

Lisboa

Data

1984

Autor(es)

DIONÍSIO, Sant'Ana

Título

Guarda

Local

Lisboa

Data

1995

Autor(es)

PEREIRA, José Fernandes

Título

Monografia artística da Guarda

Local

Guarda

Data

1984

Autor(es)

RODRIGUES, Adriano Vasco

Título

Novo Dicionário Corográfico de Portugal

Local

Porto

Data

1981

Autor(es)

FRAZÃO, A. C. Amaral

Título

Arquitectura Tradicional Portuguesa

Local

Lisboa

Data

2003

Autor(es)

OLIVEIRA, Ernesto Veiga de, GALHANO, Fernando

Título

História da Guarda. Oitocentos anos de cidade

Local

Lisboa

Data

1999

Autor(es)

GARCÊS, José

Título

A evolução da paisagem urbana da cidade da Guarda: ativação/desativação do património edificado. Dissertação de mestrado

Local

Porto

Data

2013

Autor(es)

PITA, Vanessa Maria da Costa