Saltar para o conteúdo principal da página

Palacete Jardim - detalhe

Designação

Designação

Palacete Jardim

Outras Designações / Pesquisas

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Palacete

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Castelo Branco / Covilhã / Covilhã e Canhoso

Endereço / Local

Avenida Frei Heitor Pinto
Covilhã

Número de Polícia: 2

Proteção

Situação Actual

Em Vias de Classificação

Categoria de Protecção

Em Vias de Classificação (com Despacho de Abertura)

Cronologia

Anúncio n.º 75/2017, DR, 2.ª série, n.º 100, de 24-05-2017 (ver Anúncio)
Despacho de 19-01-2017 do Ministro da Cultura a aprovar a abertura de novo procedimento de classificação
Informação favorável de 20-10-2016 da diretora-geral da DGPC
Requerimento de 30-06-2016 da CM da Covilhã para a abertura de novo procedimento de classificação
Procedimento caducado nos termos do artigo 78.º do Decreto-Lei n.º 309/2009, DR, 1.ª série, N.º 206 de 23-10-2009 (ver Diploma)
Despacho de homologação de 23-05-2003 do Minstro da Cultura
Parecer favorável de 3-05-2003 do Conselho Consultivo do IPPAR
Proposta de 18-02-2000 da DR de Coimbra para a classificação como IIP
Edital de 30-07-1999 da CM da Covilhã
Despacho de 9-02-1996 do vice-presidente do IPPAR a determinar a abertura da instrução do processo de classificação
Proposta de classificação de 6-02-1996 da Associação Cava Juliana

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Projectado pelo arquitecto Ernesto Korrodi (SIMÕES, 1994, p. 47), na década de 20 do século XX, o Palacete Jardim é considerado o exemplar arquitectónico de Arte Nova mais "característico" da Covilhã.
Mandado edificar por José Maria Bouhon, proprietário da Fábrica do Sineiro (Idem, ibidem), o palacete está implantado numa das zonas nobres da cidade. Possui planta rectangular, marcada pela disposição de alpendres e varandas salientes.
No seu conjunto, destaca-se a harmoniosa mistura de materiais, como o granito, azulejo, mármore e ferro. Dividindo-se em dois pisos, o palacete apresenta na fachada principal um alpendre e várias janelas de diferentes molduras.
Em todas as restantes fachadas foram edificadas varandas de secção semi-circular, suportadas por colunas duplas, sendo algumas decoradas com azulejos e guardas de ferro forjado. Superiormente, o edifício é rematado por friso de azulejos pretos e amarelos.
No interior destacam-se os salões nobres, decorados ao gosto Arte Nova, a escadaria e o átrio principal, cujo tecto apresenta uma inscrição em latim alusiva ao ano de edificação da casa.
Catarina Oliveira
GIF/IPPAR/2007

Imagens

Bibliografia

Título

Castelo Branco e sua Região

Local

Castelo Branco

Data

1980

Autor(es)

NUNES, António Pires

Título

A Arte Nova e o Palacete Jardim, Cadernos de Divulgação do Património, ano I, nº 1

Local

Covilhã

Data

1994

Autor(es)

SIMÕES, Maria da Ascenção

Título

História da Covilhã

Local

Coimbra

Data

1996

Autor(es)

SILVA, José Aires da