Saltar para o conteúdo principal da página

Quinta da Copeira - detalhe

Designação

Designação

Quinta da Copeira

Outras Designações / Pesquisas

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Quinta

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Coimbra / Coimbra / Santa Clara e Castelo Viegas

Endereço / Local

-- --
Coimbra

Proteção

Situação Actual

Procedimento encerrado / arquivado - sem protecção legal

Categoria de Protecção

Não aplicável

Cronologia

Edital de encerramento de 16-04-2004 da CM de Coimbra
Despacho de encerramento de 1-10-2002 do presidente do IPPAR

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Quinta da Copeira terá sido edificada no século XVI. Do seu conjunto destaca-se a capela da propriedade, que originalmente teria albergado um retábulo de calcário policromado da autoria de João de Ruão, dedicado à Vida da Virgem.
A Quinta da Copeira integra, para além da casa principal a que estão agregadas as adegas, armazéns e arrecadações, uma fonte seiscentista decorado por azulejos e uma capela renascentista. A casa principal possui planta irregular, sendo o pátio o elemento à volta do qual se organizam os vários volumes da casa. O portal de acesso ao pátio, possui arquitrave sobreposta por frontão de volutas, rematado lateralmente por urnas, tendo ao centro escudo de cerâmica. As fachadas dos diversos edifícios são semelhantes, muito simples, rasgados por janelas de guilhotina e de avental em moldura de pedra, havendo algumas com decoração. No alçado oeste, foi aberta uma varanda.
A capela, cuja fachada principal está voltada para o pátio da quinta, possui planta rectangular de nave única. A fachada é delineada lateralmente por pilastras coroadas por pináculos. O primeiro registo possui, ao centro, portal ao qual se acede por escadaria, ladeado por colunas compósitas que suportam o entablamento, decorado na arquitrave por querubim ladeado por mascarões, sendo coroado por tímpano com escudo inserido, encimado por óculo. O conjunto é rematado por empena coroada por cruz de pedra.
Interiormente, a capela é coberta por abóbada de canhão, com cornija moldurada ao longo da nave. O arco triunfal, de volta perfeita, é decorado por baixos relevos, com dois querubins no fecho, abrindo para a capela-mor, que tem na parede posterior cinco nichos; neste local esteve colocado originalmente um retábulo de calcário policromado da autoria de João de Ruão, com cenas da Vida da Virgem, que era uma cópia de um políptico pintado, encomendado pela Misericórdia de Coimbra para a sua igreja em 1557, e que viria a incorporar o acervo do Museu Machado de Castro em 1915-1916. Do lado da Epístola abre-se porta de comunicação para o interior da casa.
Catarina Oliveira
IPPAR

Imagens

Bibliografia

Título

Arquitectura Tradicional Portuguesa

Local

Lisboa

Data

2003

Autor(es)

OLIVEIRA, Ernesto Veiga de, GALHANO, Fernando