Saltar para o conteúdo principal da página
Património Cultural

Casa da Poetisa Júdice Barbosa - detalhe

Designação

Designação

Casa da Poetisa Júdice Barbosa

Outras Designações / Pesquisas

Casa da Poetisa Júdice Barbosa (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

-

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Faro / Silves / São Bartolomeu de Messines

Endereço / Local

Rua João de Deus
São Bartolomeu de Messines

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

Edital n.º 24/2010 de 9-03-2010 da CM de Silves
Deliberação camarária de 3-03-2010 a determinar a classificação como IIM
Despacho de encerramento de 7-12-2009 do diretor do IGESPAR, I.P.
Proposta de encerramento de 24-11-2009 da DRC do Algarve, por não ter valor nacional
Proposta de 9-10-2009 da CM de Silves para a classificação como IIP
Deliberação camarária de 20-05-2009 a determinar a abertura para IIM

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
A casa onde nasceu a poetisa Maria Antonieta Júdice Barbosa, hoje em estado de ruína, situa-se na zona antiga de São Bartolomeu de Messines, na rua que sai do terreiro fronteiro à fachada da Igreja Matriz. Apesar da sua pequena escala e de corresponder a um modelo de arquitetura vernácula de um só piso com cobertura de telhado de duas águas e beirado, a fachada principal do edifício virada à rua ostenta um interessante conjunto de vãos - duas portas e uma janela - em cantaria de calcário, com verga contracurvada e coroada por pequeno ornamento. De notar ainda a curiosa caixilharia de madeira pintada de verde que acompanha o desenho dos vãos, hoje em muito mau estado. As paredes caiadas a branco são animadas apenas pela tradicional faixa térrea pintada de vermelhão. Tendo em conta a tipologia dos vãos, considera-se que o imóvel terá sido erguido durante o século XIX.
Entre as duas portas encontra-se um pequeno painel de azulejos produzido na fábrica Santa Anna nos anos 60 do século XX. O painel corresponde a uma inscrição rodeada por moldura colorida com motivos florais onde se lê: NESTA CASA NASCEU AOS 14 DE NOVEM/BRO DE 1924, MARIA ANTONIETA JÚDI/CE BARBOSA, QUE FOI POETISA E AL/MA DE ELEIÇÃO./HOMENAGEM DA SUA TERRA ANTAL,/EM NOVEMBRO DE 1961.

História
Maria Antonieta Júdice Barbosa poetisa com algumas obras publicadas, foi casada com o jornalista Francisco Cota. Morreu com apenas 35 anos, em 1960, na sequência de um parto. Apenas um ano depois da sua morte foi colocado o painel de homenagem na fachada da sua antiga casa.

Sílvia Leite / DIDA / IGESPAR, I.P. /2009. Revisto por Maria Ramalho/DGPC/2016

Imagens