Saltar para o conteúdo principal da página

Igreja de Santo Ildefonso, matriz de Almodôvar - detalhe

Designação

Designação

Igreja de Santo Ildefonso, matriz de Almodôvar

Outras Designações / Pesquisas

Igreja Matriz de Almodôvar / Igreja Paroquial de Almodôvar / Igreja de Santo Ildefonso (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

-

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Beja / Almodôvar / Almodôvar e Graça dos Padrões

Endereço / Local

Rua do Algarve
Almodôvar

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como MIP - Monumento de Interesse Público

Cronologia

Portaria n.º 450/2012, DR, 2.ª série, n.º 181, de 18-09-2012 (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 26-07-2012 do diretor-geral da DGPC
Anúncio n.º 9655/2012, DR, 2.ª série, n.º 87, de 4-05-2012 (ver Anúncio)
Procedimento prorrogado até 31-12-2012 pelo Decreto-Lei n.º 115/2011, DR, 1.ª série, n.º 232, de 5-12-2011 (ver Diploma)
Procedimento prorrogado pelo Despacho n.º 19338/2010, DR, 2.ª série, n.º 252, de 30-12-2010 (ver Despacho)
Despacho de concordância de 31-03-2010 do director do IGESPAR, I.P.
Parecer de 23-03-2010 do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P. a propor a classificação como MIP
Proposta de 30-09-2009 da DRC do Alentejo para a classificação como IIP
Edital n.º 85/09 de 15-05-2009 da CM de Almodôvar
Despacho de abertura de 16-03-2009 do director do IGESPAR, I.P.
Proposta de abertura de 3-03-2009 da DRC do Alentejo
Proposta de classificação de 3-04-2007 da CM de Almodôvar

ZEP

Portaria n.º 450/2012, DR, 2.ª série, n.º 181, de 18-09-2012 (sem restrições) (ver Portaria)
Relatório final do procedimento aprovado por despacho de 26-07-2012 do diretor-geral da DGPC
Anúncio n.º 9655/2012, DR, 2.ª série, n.º 87, de 4-05-2012 (ver Anúncio)
Despacho de concordância de 31-03-2010 do director do IGESPAR, I.P.
Parecer favorável de 23-03-2010 do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P.
Proposta de 30-09-2009 da DRC do Alentejo

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

A Igreja de Santo Ildefonso, matriz de Almodôvar, é um edifício monumental, erguido em finais do século XVI. Veio substituir um tempo primitivo, que pertenceu ao padroado real, e que D. Dinis doou à Ordem de Santiago em 1297. Esta origem remota permite entender melhor a dedicação a Santo Ildefonso, santo hispânico do período visigótico, cujo antigo culto poderá ter sido recuperado para ajudar a integrar as populações no quadro territorial pós-reconquista. A ruína do edifício original terá levado à reconstrução, cujo projecto ficou a cargo do arquitecto régio Nicolau de Frias, embora tenha sido terminado pelo pedreiro Domingos Moreira, a partir de 1592.
A igreja, embora construída no final de Quinhentos, revela muitas soluções arquitectónicas típicas de meados do século. É uma igreja-salão, tipologia comum aos templos alentejanos da época, composta por três naves abobadadas à mesma altura, apoiadas em seis grossas colunas com severos capitéis toscanos. A capela-mor quinhentista foi mandada demolir por D. João V, em 1747, por se encontrar arruinada, e não ser considerada suficientemente imponente para o templo. A nova abside foi construída de imediato, com tribuna. Desta campanha barroca fazem também parte os retábulos dos altares laterais, do entalhador eborense Sebastião de Abreu do Ó.
As fachadas são austeras, sendo a principal ladeada originariamente por duas torres sineiras, uma das quais foi destruída por um raio no século XVIII. Nela estava instalado o relógio da vila, que hoje se encontra numa torre isolada, noutro ponto da vila. A torre que ainda se conserva foi igualmente atingida por um raio, desta feita em 1972, mas foi imediatamente recuperada.
Sílvia Leite / DIDA/IGESPAR, I.P./2009