Saltar para o conteúdo principal da página

Vila Martelo - detalhe

Designação

Designação

Vila Martelo

Outras Designações / Pesquisas

Categoria / Tipologia

-

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Amadora / Mina de Água

Endereço / Local

Avenida Elias Garcia
Amadora

Número de Polícia: 232

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IM - Interesse Municipal

Cronologia

Aviso de 16-02-2009 da CM da Amadora
Despacho de encerramento de 1-03-2007 da Subdirectora do IGESPAR, I.P.
Proposta de encerramento de 2-02-2007 da DRLisboa, por não ter valor nacional
Proposta de 26-04-2006 da CM da Amadora

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
A Vila Martelo, entretanto demolida em 2014 por se encontrar em colapso, situava-se em pleno centro urbano da cidade da Amadora, correspondendo a um conjunto edificado típico do início do desenvolvimento industrial da região - finais dos anos 20 do século XX. A vila foi erguida em 1932 e, como muitas outras no país, tinha por objetivo garantir a proximidade dos operários ao local de trabalho mas permitindo também que os trabalhadores tivessem condições dignas de habitação, algo que Portugal carecia nessa época, sobretudo nas zonas de grande crescimento industrial e demográfico. A vila localizava-se, também, nas proximidades da residência do proprietário Joaquim Luís, mais conhecido como "Martelo", e da parte oficinal da empresa constituída em 1929 e que se dedicava ao ramo dos transportes (camionagem).
Revelando já alguma preocupação urbanística mas onde o principal objetivo era garantir o máximo de aproveitamento do espaço disponível, a vila compunha-se de dezasseis casas de piso térreo com uma arquitetura muito simples, de superfícies arquitetónicas lisas, vãos de cantaria de perfil retangular, beirado pouco projetado e cobertura de telha marselha. O modelo era o de uma de vila arruada, com oito habitações em banda de cada lado da rua/pátio que, por sua vez, apresentava uma planta retangular. Completava o projeto um reservatório de água que, colocado ao fundo da rua, junto ao muro que fechava o complexo, abastecia as residências através de canalização própria.
História
O núcleo da Vila Martelo era o exemplo de uma vila operária da Amadora dos inícios do século XX, a única na cidade que teve, na sua base, um carácter próximo do filantrópico dado ter sido construída pelo proprietário para alojar os seus trabalhadores. Este núcleo teve particular importância em meados dos anos 40/50 durante o segundo impulso industrial da cidade. O conjunto foi entretanto demolido a 14 de julho de 2014 pois, segundo informações da CMA, ameaçava ruína.
Catarina Oliveira/IGESPAR/2009. Atualizado por Maria Ramalho/DGPC/2016 com a colaboração de Gisela Encarnação/C. M. Amadora.

Imagens

Bibliografia

Título

Património Classificado. Município da Amadora

Local

Amadora

Data

2009

Autor(es)

ENCARNAÇÃO, Gisela, XAVIER, Gabriela

Título

Memórias da Cidade

Local

Amadora

Data

1991

Autor(es)

AA.VV.

Título

Próxima paragem: Amadora (catálogo de exposição)

Local

Amadora

Data

2000

Autor(es)

AA.VV.