Saltar para o conteúdo principal da página

Marcos da Barca de Odemira - detalhe

Designação

Designação

Marcos da Barca de Odemira

Outras Designações / Pesquisas

Padrões da Barca de Passagem do Rio Mira / Cais das Barcas (Ver Ficha em www.monumentos.gov.pt)

Categoria / Tipologia

-

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Beja / Odemira / São Salvador e Santa Maria

Endereço / Local

-

Proteção

Situação Actual

Procedimento encerrado / arquivado - sem protecção legal

Categoria de Protecção

Não aplicável

Cronologia

Despacho de encerramento de 30-03-2006

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrição Geral

Nota Histórico-Artistica

Imóvel
Localizados junto à ponte de aço da vila de Odemira construída em 1940, os Marcos da Barca foram implantados em ambas as margens do rio Mira (Este e Oeste) relacionando-se com a utilização de uma antiga embarcação que, nesse local, antes da existência da ponte, fazia o transporte de pessoas para a outra margem. Nestes marcos, bastante semelhantes a Alminhas (monumentos religiosos), ficavam presos os cabos que, amarrados à barca tornavam a passagem mais segura.
Estes marcos ou padrões, foram construídos em alvenaria de pedra rebocada e caiada, possuindo uma planta retangular com cobertura em duas águas também de alvenaria. Nas frontarias dos dois marcos abrem-se arcos de volta perfeita onde se encontrava o ponto de fixação da roldana e do sarilho que depois prendia os cabos da barca. Observa-se, ainda, a existência de frontões triangulares com cruz no acrotério central e urnas nos acrotérios laterais. Todos estes elementos decorativos são elaborados em argamassa verificando-se que, atualmente, os alçados principais surgem pintados com uma faixa delimitadora de cor azul. Os alçados laterais, por sua vez, são cegos. O marco localizado a Oeste, que se encontra em posição de maior destaque e praticamente ao nível do rio tem, no tardoz, um arco de volta perfeita rematado por suave empena triangular. O marco que se implanta do lado Este, por sua vez, encontra-se adossado a um muro de sustentação em pedra possuindo, encastrada no frontão, uma placa de calcário branco contendo a seguinte inscrição a letras maiúsculas negras: HV PN HVA AV MA PELA ALMA DE / QVEM DEIXOV ESTA BARCA / MANDOU FAZER ESTE PADRA/O O DTOR JOAO DA ROCHA PINTO / PDOR DA COMARCA DA CIDADE / DE BEJA DE 1672/. Ou seja:Um Padre-nosso e uma Ave-maria pela alma de quem deixou esta barca. Mandou fazer este padrão o doutor João da Rocha Pinto provedor da comarca da cidade de Beja de 1672.

História
Estes marcos pertenciam à instituição da Albergaria da Barca, um legado pio ainda de influência medieval onde os instituidores exortavam os viajantes a proferirem orações pela sua alma em vez de, neste caso, pagarem o serviço de transporte.
A informação mais antiga sobre a Barca de Odemira surge na Crónica de João Cascão que relata a viagem de D. Sebastião ao Alentejo e ao Algarve no ano de 1573, sendo que os marcos, nesta época, seriam apenas simples paus cravados no solo. O marco da margem direita, como referido anteriormente, possuiu uma inscrição do século XVII. No entanto, em finais do século XIX (1860), a Câmara adquiriu cantaria e ferro para a construção, ou reconstrução, do padrão do lado Oeste visto que o que ali existia, igualmente em alvenaria, tinha sido derrubado. É fácil calcular que a ocorrência de cheias e a própria força do rio danificassem, com frequência, estas pequenas construções, sobretudo a que se encontrava a cota mais baixa e mais isolada.
Os Marcos da Barca são assim importantes testemunhos históricos e patrimoniais da vila de Odemira, revelando o indispensável papel que tiveram na vida das populações, desde pelo menos o século XVI, até ao finais do séc. XIX (1891), altura em que será inaugurada a primeira ponte junto à vila.

Maria Ramalho/DGPC/2017, com o apoio de Ana Tendeiro, C. M. de Odemira.

Bibliografia

Título

A Barca de Odemira, 1993.

Local

Odemira

Data

-

Autor(es)

QUARESMA, António Martins

Título

Odemira Histórica - Estudos e Documentos, 2006.

Local

Odemira

Data

-

Autor(es)

QUARESMA, António Martins