Saltar para o conteúdo principal da página

Geoarqueologia

A Geoarqueologia é a disciplina que se dedica ao estudo dos processos de formação e de alteração do registo arqueológico utilizando conhecimentos, metodologias e ferramentas das Ciências da Terra. Após o seu abandono, os locais onde foram acumulados vestígios de ocupação humana sofrem modificações diversas relacionadas com fatores naturais (bioturbação, erosão, transporte, pedogénese, alteração química, etc.) e/ou antrópicos (remobilização dos solos para fins agrícolas e florestais, construção, etc.) que devem ser identificados para uma correta avaliação da integridade dos contextos e dos vestígios neles depositados. Entre as várias disciplinas que suportam a Geoarqueologia destacam-se a Geomorfologia, a Estratigrafia, a Sedimentologia, a Micromorfologia e a Geoquímica, por exemplo.     

Em conjunto com outras áreas disciplinares (a Paleobotânica, a Arqueozoologia, a Tecnologia lítica, a Bioarqueologia humana, etc.), a Geoarqueologia permite identificar não só os processos de formação e de alteração do registo arqueológico, como reconstituir os comportamentos humanos que tiveram lugar no Passado e a relação/interação com o meio envolvente, ao longo dos tempos.

O Geoarqueólogo trabalha diretamente no terreno e em laboratório. Assim, a compreensão dos processos descritos anteriormente devem ser observados in situ, e os sedimentos/solos ou outro tipo de amostras trabalhados, analisados e interpretados em laboratório recorrendo às técnicas e protocolos definidos intralab