Saltar para o conteúdo principal da página
Património Industrial - Arquitectura Industrial Moderna (1925-1965)

Europa América

Designação

Europa América

Localização

Estrada Nacional nº249, Km 14

Freguesia / Concelho / Distrito

Algueirão - Mem Martins / Sintra / Lisboa

Função

Indústria Gráfica: edifícios industriais-administrativo-sociais

Época

Projecto entre 1962 - 63

  • Fachada Poente. Serviços administrativos e editoriais / Foto: DE/ IPPAR

  • Fachada Principal. Entrada, zona cultural e armazém / Foto: DE/ IPPAR

Caracterização

Autor: Arqº João Simões

O conjunto das instalações da Editora Europa América compreende três áreas executadas em três fases construtivas: uma zona que recebe o Armazém de Livros, uma segunda composta por um único bloco de dois pavimentos, destinado aos Serviços Administrativos e Editoriais e, por fim, um último edifício destinado às Oficinas e dependências anexas.

  • Fachada Nascente / Foto: DE/ IPPAR

  • Fachada Norte / Foto: DE/ IPPAR

As condicionantes inerentes ao programa funcional, ao terreno, à orientação solar e aos acessos, resultaram num plano geral de íntima ligação arquitectónica dos três blocos, resolvendo-se num conjunto unitário onde os nós de ligação são articulados entre si.

Orientado a Sul-Poente, o Armazém dos Livros comunica com o Bloco dos Serviços Administrativos e Editoriais localizado a Nascente-Poente, numa resolução optimizada de aproveitamento de longas fachadas iluminadas, que se protegem pelo recurso a persianas e longas palas. O edifício das Oficinas desenvolve-se de modo a receber luz vertical através de paredes envidraçadas lançadas a Norte.

O conjunto Europa-América denuncia assim a progressiva dignificação das instalações industriais que contribuíram para o envolvimento de qualificados profissionais chamados à sua concepção.


Sandra Vaz Costa / Docomomo Ibérico
Junho 2002


Classificação

Sem protecção