Saltar para o conteúdo principal da página
Itinerários Arqueológicos do Alentejo e Algarve

Sítio Arqueológico de São Cucufate e Casa do Arco

Designação

Sítio Arqueológico de São Cucufate e Casa do Arco (Vidigueira)

Localização - Concelho / Distrito

Vidigueira / Beja

Classificação

Monumento Nacional

Cronologia

Romano (Século I a.C - Século IV) / Medieval

Caracterização

S. Cucufate localiza-se perto de Vila de Frades, no concelho da Vidigueira, junto à E.N. 258 que, desta povoação, conduz ao Alvito.

Em local pouco elevado, mas dominando visualmente a paisagem a sul, até Beja, instalou-se em época romana, no séc. I d. C., uma villa, centro de uma exploração agrícola: aí poderia residir o proprietário, organizavam-se os trabalhos necessários à produção, armazenavam-se e transformavam-se os produtos da terra que lhe pertencia. Foi no decurso deste período, até ao século IV, que a “casa” da primeira instalação se foi progressivamente monumentalizando, tendo passado por duas grandes campanhas de obras. A primeira, no século II, mais tímida, vinca o carácter “urbano” da residência, e a segunda, nos meados do século IV, denuncia uma ruptura com o modelo arquitectónico seguido no decurso dos séculos anteriores: a tradicional casa de peristilo, fechada sobre si mesma e centrada sobre um ou mais pátios interiores, substitui-se por uma arquitectura aberta ao exterior, de desenvolvimento linear, em que as fachadas são valorizadas, pela multiplicação dos vãos, como elemento de ligação entre os espaços interiores e o exterior. São desta fase os vestígios que, ainda hoje, e conservando apenas parte do piso térreo, testemunham a grandiosidade e opulência de uma época que se aproximava do seu fim.

Sem dúvida, foram as realizações do período romano que, de forma indelével, marcaram este sítio. Contudo, alguns milhares de anos antes do início desta história, por volta de finais do IV milénio, já os nossos antepassados do neolítico final o tinham escolhido como local de habitat, talvez temporário, uma vez que não foi encontrada qualquer estrutura associada aos materiais arqueológicos dessa época, aí recolhidos. Mas não foi ainda o fim do Império, nos inícios do século V, que ditou o abandono definitivo deste sítio. Com algumas descontinuidades, transformações e adaptações, a ocupação deste mesmo espaço prolongou-se até aos finais do século XVIII e, em área contígua, a poente, para aproveitar a qualidade dos solos e a abundância de água, instalou-se, em época contemporânea, a horta de S. Cucufate e a sua pequena casa.

  • Pormenor do alçado principal da villa áulica

  • Vista parcial das termas


Acolhimento de Visitantes

  • Centro de Acolhimento e Interpretação, exposição permanente sobre o sítio organizada tematicamente;

  • Sala para acolhimento de grupos;

  • Loja, publicações de apoio aos visitantes, materiais de divulgação;

  • Percurso de visita sinalizado;

  • Parque de estacionamento para ligeiros e autocarros;

  • Visitantes com mobilidade reduzida: certos troços do percurso de visita podem apresentar dificuldades.


Horário

Sítio Arqueológico

Verão (1 de Maio a 15 de Setembro): terça-feira: 14h30 - 18h30; quarta-feira a domingo: 10h00 - 12h30 / 14h30 - 18h30

Inverno (16 de Setembro a 30 de Abril): terça-feira: 14h00 - 17h30; quarta-feira a domingo: 10h00 - 13h00 / 14h00 - 17h30

Encerra nos feriados de 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 25 de abril, 1 de maio, quinta-feira de Ascensão e 25 de dezembro


Núcleo Museológico da Casa do Arco (exposição permanente “A villa de S. Cucufate”)

Todo o ano: terça-feira: 14h00 - 17h30; quarta-feira a domingo: 10h00 - 13h00 / 14h00 - 17h30

Encerra nos feriados de 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 25 de abril, 1 de maio, quinta-feira de Ascensão e 25 de dezembro


Acessos

Acesso a Deficientes:

Visitantes com mobilidade reduzida - certos troços do percurso da visita a S. Cucufate podem apresentar dificuldades.

O Núcleo Museológico da Casa do Arco é acessível a visitantes com mobilidade reduzida.

O acesso a S. Cucufate faz-se pelo IP2 até Vidigueira e daí até S. Cucufate, passando Vila de Frades, pela EN 258 em direção a Vila Alva (desvio à direita, sinalizado)

Parque de estacionamento para ligeiros e autocarros em S. Cucufate.


O Núcleo Museológico da Casa do Arco situa-se no Largo Dr. José Luís Conceição e Silva, nº 18, em Vila de Frades.

Possui facilidade de estacionamento nas proximidades.


Lojas

Instaladas no Centro de Acolhimento e Interpretação de S. Cucufate e na Casa do Arco


Mais Informações

Direcção Regional de Cultura do Alentejo

Sítio de São Cucufate

Tel +351 266 769 450

Fax +351 266 769 451

E-mail: info@cultura-alentejo.pt

Sítio: http://www.cultura-alentejo.pt