Saltar para o conteúdo principal da página

Projetos 15/03/2019

Figuras de Proa, identificação e intervenção de duas esculturas de grande dimensão

A área de Escultura do Laboratório José de Figueiredo deu início a um projeto, financiado por Fundos Comunitários, a convite da Direção Regional da Cultura da Madeira. O projeto destina-se ao estudo, identificação e intervenção de duas esculturas de grande dimensão, “Red Jacket” e “Rainha Hermínia”, provenientes do Museu da Quinta das Cruzes, no Funchal.

As duas esculturas têm forma humana de corpo inteiro e vulto pleno. Fizeram parte da ornamentação como figuras de proa de dois veleiros, construídos cerca de 1853, pertencentes à Empresa Irlandesa White Star Line.

A figura de proa denominada “Red Jacket” representa o chefe índio Seneca, conhecido como Otetiani e Sagoyewatha, denominado pelos colonos americanos como Red Jacket. Foi uma figura proeminente no tempo de George Washington pela resoluta defesa dos interesses da sua tribo contra os Americanos, tendo ganho uma condecoração na forma de medalhão oval em prata, com a qual foi sempre representado. Trata-se de uma escultura em madeira policromada, com cerca de 2,09 m de altura, representada de pé em posição voluntariosa, com vestes nativas e, a sobrepor-se, um manto vermelho e a medalha de prata oval, de grande dimensão.

A figura de proa denominada “Rainha Hermínia”, também em madeira policromada de grande dimensão, cerca de 1,75 m de altura, representa uma mulher com vestes compridas e, com a mão esquerda, segura um ramo de flores junto ao peito. A mão direita cai ao longo do corpo e segura uma pauta de música. Ainda se encontra fixo o ferro que suportava a figura à proa do veleiro. Não foi possível saber qual o significado da personagem nem a qual veleiro pertenceu.

.