Saltar para o conteúdo principal da página

Apresentações 30/01/2017

A obra de Rui Boaventura na Biblioteca de Arqueologia da DGPC

A exposição bibliográfica da Biblioteca de Arqueologia do mês de fevereiro não representará um dos arqueólogos que se corresponderam diretamente com Georg e/ou Vera Leisner mas antes um que os “conheceu profundamente”.

Na realidade, embora Rui Boaventura não tenha privado em direto com o Casal, foi certamente um dos arqueólogos que melhor conheceu e entendeu a sua obra. E, depois de Philine Kalb, foi ele quem primeiro teve acesso ao Arquivo Leisner, fio condutor desta série de exposições. E foi Rui Boaventura, em conjunto com Maia Langley, que procurou, limpou, arrumou e organizou este Arquivo pela segunda vez, tendo sido com base nesta organização que, em 2013, se iniciou o tratamento arquivístico do Arquivo Leisner.

É por isso indiscutível que, neste mês em que faria 46 anos, a exposição lhe seja dedicada.

Assim, a obra de Rui Boaventura,  estará em destaque na Biblioteca de Arqueologia da DGPC, numa pequena exposição bibliográfica, de 1 a 28 de fevereiro de 2017, estando a sua Biografia (retirada do site da UNIARQ) também disponível para consulta.

Esta exposição é a décima primeira desta série, sugerindo-se a consulta do Arquivo Leisner, onde se encontra a correspondência trocada entre o Casal Leisner e múltiplos investigadores nacionais i internacionais.

Poderá ainda consultar as Biografias anteriores