Saltar para o conteúdo principal da página

Museus, Monumentos e Palácios 03/04/2020

Imprensa Nacional associa Museu Nacional de Arqueologia em projeto de disponibilização digital de obras, para qualificar culturalmente o isolamento social em Portugal devido à pandemia de COVID-19

A Imprensa Nacional, a Editora do Estado, criou mais um projecto de verdadeiro serviço público, que ganha especial relevância, no momento em que grande parte da população portuguesa tem estado, e continuará a estar por algum tempo mais, em isolamento social devido à pandemia de COVID-19 e à declaração de Estado de Emergência Nacional.

O projecto “Livros para a Quarentena” parte da constatação de que, por um lado, grandes sectores da população dispõem de mais tempo livre, devido às restrições de circulação impostas e à orientação de confinamento e, por outro, devem ter à sua disponibilidade, via digital, produtos culturais de inegável qualidade que a IN tem no seu catálogo e pode disponibilizar livremente.

Nesta primeira fase, trata-se de dar o acesso a obras fundamentais da Cultura Portuguesa, publicadas no âmbito da colecção “O Essencial Sobre”, bem como outras obras em versão digital.

Este programa cultural foi muito bem recebido pelo público. E, desde os primeiros dias, tem havido milhares de acessos e de “downloads” dos livros.

Assim, temos o maior gosto em anunciar que o Museu Nacional de Arqueologia, com o acordo da Direcção-Cultural do Património Cultural, aceitou o convite da Direcção da Unidade de Edição e Cultura da Imprensa Nacional para se associar ao projecto, disponibilizando digitalmente algumas obras que preservam e divulgam também o essencial da memória, do património e da investigação científica, bem como as colecções do Museu.

Neste caso, pretende-se cativar a atenção dos diferentes interessados que visitam o site da IN, para os conteúdos que produzimos, permitindo-lhes encontrar também nos domínios da Arqueologia e da História material de referência e de reflexão, especialmente necessários e úteis neste momento histórico que vivemos.

Neste pressuposto, disponibiliza a IN, hoje mesmo, o primeiro volume, da Série V, d’O Arqueólogo Português, publicação periódica centenária, espécie de repositório da Arqueologia Portuguesa, uma das mais antigas e prestigiadas do género na Europa em continuidade de edição, e que está acessível em: http://www.incm.pt/portal/arquivo/livros/gratuitos/ArqueologoPortugues_SerieV_Vol1.pdf

Importa recordar que o Doutor José Leite de Vasconcelos (1858-1941), o sábio que não só gizou o Museu Nacional como foi o seu primeiro Director, era um autor prolixo do catálogo da Imprensa Nacional e, em 1895, logrou garantir as condições para publicar com a chancela da Editora do Estado a revista oficial do Museu, ligando assim indelevelmente as duas instituições.

Em cada uma das próximas semanas a IN disponibilizará um volume desta Série e, simultaneamente, alguns dos catálogos das mais recentes exposições nacionais e internacionais que o Museu organiza e promove, editados também em parceria.

 No século XIX como no século XXI, em momentos mais favoráveis como em momentos especialmente difíceis, as duas instituições - Museu Nacional de Arqueologia e a Imprensa Nacional - estão juntas e partilham um objectivo cimeiro: prestar um serviço público eficiente e de qualidade.