Saltar para o conteúdo principal da página

Museus, Monumentos e Palácios 02/03/2018

Desenhos originais dos pintores russos Natalia Goncharova e Mikhail Larionov integram acervo do Museu Nacional do Teatro e da Dança

A exposição permanente do Museu Nacional do Teatro e da Dança (MNTD), em Lisboa, foi recentemente enriquecida com dois desenhos originais dos pintores russos Natalia Goncharova e Mikhail Larionov, que pertenceram à coleção particular do poeta Alberto Lacerda (1928-2007). As obras, de grande importância artística, patrimonial e museológica, foram adquiridas pela Mirpuri Foundation com o objetivo de as doar ao Museu, no quadro da sua ação mecenática.

Natalia Goncharova (1881-1962) foi uma destacada artista do grupo das vanguardas russas do inicio do século XX, tendo integrado o movimento cubo-futurista e o Der Blaue Reiter. Goncharova foi também figurinista e cenógrafa, destacando-se os seus trabalhos para os Ballets Russes, cuja histórica vinda a Portugal faz agora 100 anos. O desenho de Goncharova representa, de forma abstrata, uma bailarina e está datado do período em que a pintora colaborou com aquela companhia de dança. 

Mikhail Larionov (1881-1964), inicialmente pós-impressionista e depois neo-primitivista, fez também parte do importantíssimo grupo de artistas das vanguardas russas, tendo sido, em 1913, o criador do Raionismo, a primeira forma de arte abstrata na Rússia. Colaborou também com os Ballets Russes, sendo que o desenho agora propriedade deste Museu é precisamente um retrato de Sergei Diaghilev (1872-1929), o fundador e ideólogo dos Ballets Russes.

Por via do mecenato da Mirpuri Foundation, o MNTD torna-se assim a primeira instituição museológica nacional a integrar originais destes dois artistas.