Saltar para o conteúdo principal da página

Iniciativas 16/02/2017

Coleção Estudos de Museus: uma iniciativa editorial da DGPC em parceria com a editora Caleidoscópio

O mercado editorial português está carente de publicações na área dos museus e da Museologia, nomeadamente de estudos de grande fôlego e de sínteses sobre a história e os desafios dos museus portugueses. Contudo, nos últimos anos tem sido numerosa a apresentação de teses de doutoramento sobre museus e Museologia, aprovadas em diversas universidades nacionais. Infelizmente, a maioria dessas teses acaba por ficar reduzida ao conhecimento de um círculo restrito de investigadores e de estudantes, pois não são editadas.

Visando colmatar essa lacuna, a Direção-Geral do Património Cultural e a Editora Caleidoscópio criaram a nova Coleção Estudos de Museus, na qual são editados trabalhos de investigação, aprovados em diversas universidades. Para operacionalizar esta coleção, a Caleidoscópio constituiu um Conselho Editorial, formado por docentes universitários e em que a DGPC está representada.

Até ao início de 2017 já foram publicados 6 livros:

1 - Joana Baião, Museus, Arte e Património em Portugal. José de Figueiredo (1871-1937)

2 – Clara Frayão Camacho, Redes de Museus e Credenciação. Uma Panorâmica Europeia

3 - Inês Ferreira, Criatividade nos Museus. Espaços Entre e Elementos de Mediação

4 – Ana Carvalho, Museus e Diversidade Cultural. Da Representação aos Públicos

5 - Duarte Freitas, Memorial de um Complexo Arquitetónico enquanto Espaço Museológico. O Museu Machado de Castro

6 - Adelaide Duarte, Da Coleção ao Museus. O Colecionismo Privado de Arte Moderna e Contemporânea em Portugal

Os temas abordados vão da perspetiva histórica, iluminando o papel de personalidades como José de Figueiredo (Museu Nacional de Arte Antiga) ou António Augusto Gonçalves (Museu Nacional Machado de Castro) a assuntos da contemporaneidade, tais como as redes de museus, os públicos imigrantes ou a mediação cultural. O título mais recente incide sobre o colecionismo privado em Portugal, estudando quatro coleções referenciais: de José Berardo, de José-Augusto França, de Manuel de Brito e de António Cachola.

A Coleção Estudos de Museus prosseguirá em 2017 com a edição de mais quatro títulos, dando corpo e espessura a este projeto editorial que pode interessar não apenas a investigadores, estudantes e profissionais de museus mas a todos aqueles que se interessam pelo património cultural e que são visitantes e utilizadores dos museus.