Saltar para o conteúdo principal da página

Notícias 08/05/2015

Inscrição da "Festa em honra de Nossa Senhora da Penha de França" (Vista Alegre, Ílhavo) no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial

Por Despacho do Diretor-Geral do Património Cultural, de 20 de abril de 2015, procedeu-se à inscrição da «Festa em honra de Nossa Senhora da Penha de França» (Vista Alegre, Ílhavo) no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, na sequência de proposta elaborada pelo Museu da Vista Alegre.

As celebrações da Fábrica da Vista Alegre, em honra de Nossa Senhora da Penha de França, configuram na contemporaneidade uma festividade de carácter híbrido, na qual a expressão religiosa e ritual de devoção local àquela invocação de Nossa Senhora se articula com rituais de carácter corporativo e empresarial no âmbito da comemoração da instalação da unidade fabril em 1824.

As celebrações encontram-se ancoradas numa comunidade cujo sentido de identidade se funda primordialmente no vínculo laboral, atual ou passado, à unidade fabril, e, complementarmente, em laços de parentesco e de residência, e que constituem o principal enquadramento para a pluralidade de significados que estruturam a festa na atualidade.

A origem do culto à padroeira da Fábrica da Vista Alegre remonta provavelmente ao século XVIII, como consequência da edificação no local, em finais do século XVII, da capela com a invocação de Nossa Senhora da Penha de França, datando de 1733 a primeira referência documental à intenção da realização de «uma festa à dita Senhora em 8 de Setembro de cada anno». A origem da devoção antecede pois em mais de um século a construção da fábrica, após a aquisição em hasta pública, em 1812, da capela e da propriedade em que esta se encontra edificada, e da construção e início da laboração, em 1824, da fábrica, cujo edificado se organiza em redor da própria capela.

Clique AQUI para aceder directamente à Ficha de Inventário completa disponível na base de dados do Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial, assim como a toda a documentação do respectivo processo de proteção legal.

Clique AQUI para aceder ao texto do Anúncio relativo à decisão da DGPC sobre o pedido de inventariação (Anúncio n.º 82/2015, publicado em Diário da República, 2.ª série, N.º 88, de 7 de maio de 2015).