Saltar para o conteúdo principal da página
Património Cultural

Notícias 22/07/2021

Inscrição da «Arte e Saber-fazer da Calçada Portuguesa» - salvaguarda urgente - no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial (INPCI)

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) inscreve a «Arte e Saber-fazer da Calçada Portuguesa» - salvaguarda urgente - no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial (INPCI).

O procedimento que determinou a protecção legal da Calçada Portuguesa através do seu inventário como Património Cultural Imaterial, teve por fundamento:


a) A importância da manifestação enquanto reflexo da identidade do grupo em que esta tradição se originou e se pratica (comunidade de Calceteiros);


b) A sua dimensão histórica, sendo que a produção de Calçada Portuguesa inicia-se como uma técnica específica na primeira metade do séc. XIX, num contexto em que a arte de calcetar é milenar;

c) A importância da manifestação pela sua ancoragem social no panorama nacional, sendo apropriada como referente identitário em Portugal e em países com os quais ocorrem trocas culturais;

d) A relevância da manifestação para o desenvolvimento sustentável nos territórios onde é praticada;

e) A necessidade da salvaguarda urgente desta manifestação do património cultural imaterial, atendendo às características do actual contexto de transmissão intergeracional deste Saber-Fazer, que configuram riscos de extinção desta prática artesanal, a médio ou longo prazo;

f) As medidas de salvaguarda e valorização preconizadas para a salvaguarda e viabilidade futura da manifestação, designadamente as de âmbito patrimonial, científico, formativo e económico.

Anúncio
https://dre.pt/application/conteudo/168043488