Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Pio XII

Incidindo sobretudo nas áreas da Arqueologia e da Arte Sacra, o acervo do Museu Pio XII é constituído por coleções heterogéneas que incluem cerâmica, têxteis, escultura, ourivesaria, alfaias litúrgicas, numismática, medalhística e pintura.

O Museu Pio XII foi fundado em 1957 pelo Cónego Luciano Afonso dos Santos que reuniu e legou as coleções de natureza arqueológica e artístico-religiosa.

Mais recentemente, em 1982, o museu recebeu a coleção de obras de desenho e pintura de autoria de Mestre Medina, doadas pelo autor à Arquidiocese de Braga.

O Museu sofreu uma grande remodelação na transição do milénio, reabrindo ao público a 5 de Dezembro de 2002.

Núcleos

Torre Medieval

Coleção Medina

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC

Contactos e
Localização

Tutela:
Instituto de História e Arte Cristãs – Arquidiocese de Braga
Director(a):
José Paulo Leite de Abreu
Endereço:
Largo de Santiago 47, 4704-532 Braga
GPS:
Lat: 41,5489763 Long: -8,427391100000023
Telf(s):
+351 253 200 130
E-mail:
geral@museupioxii.com

Como chegar: Situado no centro histórico de Braga
Autocarros urbanos: paragem a 50m do museu

Terça-feira a domingo das 09h30 às 12h30 e das 14h30 às 18h00

 

Ingresso

3 Núcleos: 4 euros

Um único núcleo: 2 euros

Acolhimento

Receção e loja

Exposição permanente A Cidade de Braga e a sua história (patente na Torre Medina), A Coleção Medina (50 quadros e 20 retratos)

Exposições temporárias

Centro de Documentação / Biblioteca - especialização: Arte e Arqueologia

Serviços educativos

Atividades: Jogos educativos destinados a público escolar até ao 3º ciclo.

Responsável: Maria José Cunha e Silva

Nossa Senhora da Torre, Exposição 5 Séculos e Encontro de Culturas.

TM 19junho14 - informação confirmada pelo museu em 5dez13

Última actualização: 30 Julho 2014

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC