Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Nacional do Azulejo

A coleção deste museu abrange a produção azulejar da segunda metade do século XV até à atualidade. Além do azulejo, a coleção integra peças de cerâmica, porcelana e faiança dos séculos XIX a XX. No início da exposição permanente encontra-se um pequeno núcleo que ilustra os materiais e técnicas de manufatura do azulejo. A partir desta breve introdução, o percurso expositivo segue uma organização cronológica.

Criado em 1965, tornou-se Museu Nacional em 1980, encontrando-se instalado no antigo Convento da Madre de Deus, fundado em 1509 pela rainha D. Leonor. O edifício sofreu transformações devido a diversas campanhas de obras, salientando-se o claustro maneirista do século XVI; a igreja, decorada com importantes conjuntos de pinturas e revestimentos azulejares; a sacristia, com um arcaz de madeira do Brasil e emolduramentos de talha integrando pinturas; o coro alto, com rica ornamentação em talha dourada; a capela de Santo António, com decoração barroca setecentista e uma grande quantidade de telas da autoria do pintor André Gonçalves.

Conteúdos editados pela DDCI.

Contactos e
Localização

Tutela:
DGPC
Director(a):
Maria Antónia Pinto de Matos
Endereço:
Rua Madre de Deus, 4 - 1900-312 Lisboa
GPS:
Lat: 38,72079063989071 Long: -9,117057557038834
Telf(s):
+ 351 218 100 340
Fax(s):
+ 351 218 100 369
E-mail:
geral@mnazulejo.dgpc.pt
Site:
http://www.museudoazulejo.pt/

Autocarros urbanos: 718, 742, 794, 28 e 759
Metro: Estação de Santa Apolónia (a 20 min. do MNAz) com ligação de autocarros

Estacionamento: Próximo do Museu.

Acessibilidade: Possui cadeira de rodas, elevador e rampas; Áudio guias (português e inglês); Vídeo guias (Linguagem Gestual Portuguesa e Sistema de Signos Internacional); 17 Réplicas em relevo com legendagem em Braille.

Terça-feira a domingo, das 10h00 às 18h00 (última entrada às 17h30).

Encerrado: Segunda-feira, 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 13 de junho, 24 e 25 de dezembro.

Biblioteca: Segunda a sexta-feira: 10h00-12h30 e 14h00-17h30.

Ingresso

Bilhete normal: 5,00 €

Bilhética geral DGPC - consulte aqui

Bilhética on-line DGPC - adquira aqui

Condições de ingressos no Museus e Monumentos da DGPC- consulte aqui

Isenções:

Entrada gratuita aos domingos e feriados até às 14h00 para todos os cidadãos residentes em território nacional.

. Todos os elementos de grupos superiores a 12 pessoas pagam bilhete.
. Crianças e jovens até aos 12 anos inclusivé*
. Visitantes em situação de desemprego residentes na União Europeia*
. Visitantes com mobilidade reduzida (60% de incapacidade comprovada documentalmente) e 1 acompanhante.
. Membros do ICOM, ICOMOS e APOM
. Investigadores, /conservadores/restauradores, profissionais de museologia e/ou património em exercício de funções *
. Associações culturais (Exclusivamente para os associados de Grupos de Amigos dos Museus, Monumentos e Palácios da DGPC (esta isenção restringe-se apenas ao equipamento cultural onde o visitante for membro do Grupo de Amigos)*
. Voluntários em exercício na Direção-Geral do Património Cultural e 1 acompanhante*
. Jornadas Europeias do Património (Domingo)
. Dia Internacional dos Monumentos e Sítios - 18 de Abril (Exclusivamente para os Monumentos sob tutela da DGPC)
. Dia Internacional dos Museus - 18 de Maio (Exclusivamente para os museus e palácios sob a tutela da DGPC)
. Noite dos Museus e 5ªas á Noite (No acesso às atividades organizadas no âmbito do respetivo programa organizado pela DGPC)
. Profissionais de atividade turística mediante apresentação de comprovativo de registo no RNAAT
. Jornalistas em exercício de funções* mediante comunicação prévia
. Funcionários da DGPC* e 3 acompanhantes
. Professores e alunos de qualquer grau de ensino, incluindo Universidades Sénior ou de 3ª Idade, quando comprovadamente em visita de estudo e mediante marcação prévia confirmada pela Direção do SD*
. Funcionários da DGPC* e 3 acompanhantes
. Grupos credenciados de Instituições Portuguesas de Solidariedade Social ou de Áreas de Ação Social de Autarquias ou outras Instituições de Interesse Público mediante autorização prévia da Direção da DGPC

* Mediante comprovação documental.

Descontos:

Visitantes com idade igual ou superior a 65 anos* - 50%
Cartão de estudante não enquadrado em visita de estudo - 50%
Cartão Jovem - 50%
Bilhete Família (a partir de 4 elementos com ascendência direta de 1º grau ou equiparado) - 50%
Protocolos com entidades terceiras - 20%
Aquisições superiores a 250 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 7,5%
Aquisições superiores a 500 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 10%
Aquisições superiores a 1000 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 15%

* Mediante comprovação documental.

Bilhetes Circuito
Cais da História - 6 Museus de Belém (Mosteiro dos Jerónimos + Torre de Belém + Museu Nacional de Arqueologia + Museu de Arte Popular + Museu Nacional de Etnologia + Museu dos Coches) - 25,00 €
Frente Ribeirinha - Museu Nacional de Arte Antiga + Museu Nacional do Azulejo + Panteão Nacional - 15,00 €
Lisboa - 8 Museus de Lisboa (Casa-Museu Anastácio Gonçalves + Museu da Música + Museu do Chiado + Museu Nacional de Arte Antiga + Museu Nacional do Azulejo + Museu Nacional do Traje + Museu Nacional do Teatro + Panteão Nacional) - 25,00 €
Azulejo e Panteão: Panteão Nacional + Museu do Azulejo - 7,00 €

NORMAS GERAIS
É obrigatória marcação prévia para grupos superiores a 50 pessoas.
Os descontos de quantidade não se aplicam a Bilhetes de Circuito.
Todos os descontos aplicados a bilhetes individuais são aplicáveis a Bilhetes de Circuito e a visitas guiadas com exceção das visitas guiadas fora do horário de funcionamento.
Os vouchers emitidos na aquisição antecipada de bilhetes têm a validade de 1 ano.
Os descontos não são acumuláveis.
É proibido fumar ou comer em qualquer local do circuito de visita.

Acolhimento;

Loja;

Restaurante e Cafetaria;

Cedência e aluguer de espaços;

Exposição permanente O Azulejo em Portugal;

Centro de Documentação / Biblioteca - espólio documental (aqui): Azulejaria e Cerâmica. Artes Decorativas (responsável: João Pedro Monteiro. Segunda a Sexta feira, das 10h00-12h30 e das 14h00-17h00);

Serviço Educativo: atividades para diferentes públicos, mediante marcação.

O Serviço Educativo do Museu Nacional do Azulejo promove visitas comentadas às exposições e aos espaços monumentais do Museu, gerais e temáticas; Oficinas pedagógicas: pintura de azulejos, modelação e desenho à vista. Funcionam como complemento das visitas; Filme sobre a História do Azulejo em Portugal, traduzido em língua gestual (20 minutos); Percurso táctil para cegos que inclui uma visita explicada e jogos didáticos. Pode ser complementado por uma oficina de modelação e um concerto de piano comentado; Encontros com professores e profissionais de turismo; Cursos e itinerários teórico-práticos de história e manufatura do azulejo, para adultos; concertos de piano comentados, para crianças dos 3-12 anos e públicos com necessidades especiais; Férias no Museu - visitas e oficinas temáticas, de acordo com a época do ano, para crianças dos 6 aos 12 anos; Projetos educativos em parceria com escolas e outras instituições socioculturais; Exposição itinerante A Arte do Azulejo em Portugal.

Todas as atividades requerem marcação prévia. As Oficinas e os Concertos realizam-se mediante pagamento.

 


             (atividades em destaque jan./jun. 2017)


Contactos /reservas:

Tel.: + 351 218 100 344/ 45;

Fax: + 351 218 100 369;

E-mail: servicoseducativos@mnazulejo.dgpc.pt

Para saber mais 

• Catálogo Casa Perfeitíssima. 500 Anos da Fundação do Mosteiro da Madre de Deus. Celebrating 500 Years of the Foundation of the Convent of Madre de Deus 1509-2009. Lisboa: Instituto dos Museus e da Conservação, 2009

• Catálogo da Exposição A Cerâmica Portuguesa da Monarquia à República

Catálogo com 225 páginas, integrado por oito estudos, de outros tantos especialistas portugueses, sobre a cerâmica portuguesa entre 1870 e 1910

Com design gráfico da Artlandia, foi produzido com o apoio da Comissão para as Comemorações do Centenário da República.

O Museu assegurou a coordenação científica e editorial, assim como a elaboração de um dos textos e das 178 fichas técnicas referentes às peças que integram e exposição, 2010

• Catálogo Um Gosto Português. O uso do azulejo no século XVII, Athena/Museu Nacional do Azulejo, julho de 2012, 400 páginas, encadernado

• Catálogo Da Flandres. Os azulejos encomendados por D. Teodósio I, 5º Duque de Bragança (c. 1510-1563), Museu Nacional do Azulejo/Fundação da Casa de Bragança, outubro de 2012

• Catálogo Três Estrelas e Um Menino. Presépios de Delfim Manuel, Museu Nacional do Azulejo, dezembro de 2012

• Catálogo O Exótico nunca está em casa? A China na faiança e no azulejo portugueses (séculos XVII-XVIII). Textos e entradas de catálogo de Maria Antónia Pinto de Matos, Alexandra Curvelo, Alexandre Pais, João Pedro Monteiro e Constança Azevedo Lima, 2013

• Catálogo Laboratório #7. O Poder do Fazer / The Power of Making. Lisboa, Direcção-Geral do Património Cultural, Museu Nacional do Azulejo, 2013. Alexandre Pais, 2013

Agenda Cultural

Loja

Última actualização: 02 Outubro 2017

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC