Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Nacional da Imprensa

O espólio do Museu integra milhares de peças, algumas delas verdadeiras relíquias da indústria gráfica. No sector da fundição, existem máquinas alemãs, inglesas, americanas, e francesas, e moldes manuais para fundir tipos. Na área da composição, dispõe de tipos em madeira, cavaletes com tipos em chumbo, galés, gravuras, vinhetas e diversas linotypes, intertypes e monotypes. No sector da impressão, há peças emblemáticas: um prelo de madeira do século XVIII, dois prelos “Albion Press”, um “Alauzet”, várias “Marinonis” e dois prelos litográficos. Nos acabamentos, destacam-se peças manuais francesas muito raras. A par do valioso espólio exposto, existe um conjunto de réplicas dos primórdios da imprensa tipográfica coreana, anterior a Guttenberg.

O Museu foi inaugurado em 1997 e pertence a uma associação sem fins lucrativos criada em 1989. O Museu Nacional da Imprensa possui um dos maiores patrimónios mundiais em artes gráficas e está aberto 365 dias por ano, com exposições sempre diferentes. Os visitantes podem manusear as dezenas de máquinas em funcionamento e exercitarem-se nas antigas artes da composição e impressão. O Cartoon constitui um dos eixos do Museu, através da Galeria da Caricatura e do PortoCartoon-World Festival, realizado anualmente e considerado um dos maiores festivais de caricatura do Mundo.

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC

Contactos e
Localização

Tutela:
Associação Museu de Imprensa
Director(a):
Luís Humberto Marcos
Endereço:
Estrada Nacional 108, n.º 206 - 4300-316 Porto (a montante da ponte do Freixo)
GPS:
Lat: 41,1434771 Long: -8,57686560000002
Telf(s):
+351 225 304 966/225 300 648
Fax(s):
+351 225 301 071
E-mail:
mni@museudaimprensa.pt
Site:
http://www.museudaimprensa.pt/

Autocarros urbanos: STCP400, 205; ZR-Zona Rio, Resende nº 106, 113 e Gondomarense

Estacionamento: Estacionamento próprio

Acessibilidade: Dispõe de acessibilidades parciais para deficientes (lugares de estacionamento e rampas apropriadas)

Segunda-feira a domingo das 15h00 às 20h00

Terça a sexta-feira das 10H30 às 12H30, mediante marcação prévia.

Ingresso

Ingresso: 2€

Descontos:

Estudantes: 1,50€
Reformados: 1€
Crianças até 5 anos: entrada gratuita

Tipologia

Museu de técnica e indústria - património tipográfico e da imprensa do país.

Coleções

Industrial, científica, técnica, documental e artística

Exposições permanentes:

- Memórias Vivas da Imprensa - Miniaturas Tipográficas - PortoCartoon: o riso do Mundo

Centro de Documentação/ Biblioteca - Especialização: História da imprensa e das Artes Gráficas. Colecções temáticas de publicações periódicas. Técnicas de tipografia. (consultas por marcação)

Serviços Educativos

Atividades: visitas guiadas e oficinas mediante marcação prévia.

Destinatários: grupos escolares, técnicos de artes gráficas, designers e população em geral.

Responsável: Vânia Meleiro

Título: XVI PortoCartoon – Água viva, Terra viva Ano de edição: 2014

Título: "Sinfonia Completa – Contos de Manuela de Azevedo" Ano de edição: 2013

Título: XV PortoCartoon – Liberdade, Igualdade e Fraternidade Ano de edição: 2013

Título: XIV PortoCartoon – Ricos, Pobres, Indignados Ano de edição: 2012

Título: XIII PortoCartoon – Comunicação e Tecnologias Ano de edição: 2011

Título: Textos de Amor" Ano de edição: 2011

Título: República na Imprensa – do Porto a Lisboa Ano de edição: 2010

Título: República na Imprensa – do Porto a Lisboa Ano de edição: 2010

Título: XII PortoCartoon – Aviões e máquinas voadoras Ano de edição: 2010

Título: Manuela de Azevedo - Memórias de uma mulher de letras Ano de edição: 2009

Título: XI PortoCartoon – Crise(s) Ano de edição: 2009

Título: Diálogo Intercultural Ano de edição: 2009

Título: O Triângulo da Gravura: Japão – Portugal - Holanda Ano de edição: 2008

Título: X PortoCartoon – Direitos Humanos Ano de edição: 2008

Título: A Planície: Uma Voz na Década do Silêncio Ano de edição: 2008

Título: José Saramago Segundo Agostinho Santos – Pintura e Desenho Ano de edição: 2007

Título: Desigualdades, Discriminações e  Preconceitos Ano de edição: 2007

Título: IX PortoCartoon - Globalização Ano de edição: 2007

Título: VIII PortoCartoon -Desertificação e degradação da sociedade Ano de edição: 2006

Título: VII PortoCartoon -Humor e Sociedade Ano de edição: 2005

Título: Impressões Fotográficas Ano de edição: 2005

Título: VI PortoCartoon - Desporto e Sociedade Ano de edição: 2004

Título: V PortoCartoon - Água com humor Ano de edição: 2003

Título: IV Porto Cartoon - Ecoturismo Ano de edição: 2002

Título: PortoCartoon - As Pontes e Gutenberg Ano de edição: 2001

Título: António, 25 anos de Cartoon Ano de edição: 2000

Título: Cid: O Cavaleiro do Cartoon Ano de edição: 2000

Título: Mostra de Humor Luso-Brasileiro: 500 anos de Brasil Ano de edição: 2000

Título: Retratos Literários de Vasco Ano de edição: 2000

Título: Caricaturistas por Timor Ano de edição: 1999

Título: Porto Cartoon II -De XX para XXI: a mudança do Século/Milénio Ano de edição: 1999

Título: O Grande Desafio Ano de edição: 1999

Título: O Humor não tem idade Ano de edição: 1999

Título: Sulcos e Poemas Ano de edição: 1999

Título: Humor Lusófono Ano de edição: 1999

Título: Vasco desenhos satíricos Ano de edição: 1999

Título: Imprensa, Censura e Liberdade Ano de edição: 1999

Título: As Barbas de Junqueiro Ano de edição: 1999

Título: Honoré Daumier: o Génio da Caricatura Ano de edição: 1999

Título: PortoCartoon - Descobrimentos e Oceanos Ano de edição: 1998

Título: Luís Filipe: Um Pioneiro do Modernismo Ano de edição: 1998

Título: Comunicar com Humor Ano de edição: 1997

Título: Amarelhe: O Desretrato da Máscara Ano de edição: 1997

 

 

Actualizado em 12 de julho de 2015

Última actualização: 12 Agosto 2015

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC