Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Municipal de Vila Franca de Xira

O Museu Municipal de Vila Franca de Xira estuda, expõe e divulga as coleções museológicas resultantes dos programas de investigação, das recolhas e dos projetos de conservação e restauro, realizados de forma pluridisciplinar. O acervo do museu é constituído por coleções de arqueologia, artes plásticas, azulejaria, documentação, materiais gráficos, património industrial, epigrafia, fotografia, numismática e têxteis.

Tendo na sua génese o empenho e dedicação de António José Vidal Baptista, advogado e colecionador vila-franquense, o Museu Municipal de Vila Franca de Xira foi criado por deliberação de Câmara de 30 de dezembro de 1949 e abriu ao público em 7 de julho de 1951. 

Seguindo uma linha de tendência territorial enquadrada pelo próprio território do município, o conceito programático do Museu Municipal foi-se alicerçando numa perspetiva polinucleada e descentralizada no espaço geográfico do Concelho.

Em1988 é constituído o seu segundo núcleo museológico com a aquisição e a recuperação de um Barco Varino do Rio Tejo, “Liberdade”.

Em 1990 foi aberto ao público o terceiro núcleo museológico na cidade de Alverca do Ribatejo.

Em 2001 foi inaugurado o Núcleo Museológico de Arte Sacra, na Igreja do Mártir Santo São Sebastião, em Vila Franca de Xira, atual Núcleo Museológico do Mártir Santo.

Em 2010 foi inaugurado na freguesia Forte da Casa, o Centro Interpretativo do Forte da Casa.

O mais recente núcleo museológico situa-se no Parque Urbano da Póvoa de Santa Iria, tem a designação de Núcleo Museológico “A Póvoa e o Rio” e foi inaugurado em 2013.

Núcleos

Núcleo-Sede - Vila Franca de Xira

Núcleo do Barco Varino “Liberdade” - Vila Franca de Xira

Núcleo museológico na cidade de Alverca do Ribatejo

Núcleo Museológico do Mártir Santo -  Vila Franca de Xira

Centro Interpretativo do Forte da Casa - Forte da Casa

Núcleo Museológico “A Póvoa e o Rio” - Póvoa de Santa Iria 

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC.

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Vila Franca de Xira
Director(a):
Maria de Fátima Faria Roque
Endereço:
Rua Serpa Pinto, nº 65 - 2600-263 Vila Franca de Xira
GPS:
Lat: 38,95297410000001 Long: -8,987497299999972
Telf(s):
+ 351 263 280 350
Fax(s):
+351 263 280 358
E-mail:
museumunicipal@cm-vfxira.pt
Site:
http://www.museumunicipalvfxira.pt/

Como chegar: De carro: A1, EN1 e EN10.
Comboios: Estação de comboios: Vila Franca de Xira
Autocarros urbanos: Dispoiníveis várias empresas de transportes
Barco: Marina da União Desportiva Vilafranquense

Estacionamento: Consultar informação em: http://www3.cm-vfxira.pt/files/3/documentos/20100518102425593523.pdf

Acessibilidade: Acesso a pessoas com mobilidade reduzida.

Museu Municipal – Núcleo-sede: terça-feira a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Encerra aos feriados.

Núcleo Museológico Barco Varino “Liberdade”: mediante marcação prévia.

Núcleo Museológico de Alverca: de terça-feira a domingo das 10h00às 13h00 e das 14h00 às 18h00. Encerra aos feriados.

Núcleo Museológico do Mártir Santo: de terça-feira a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Encerra aos feriados.

Centro Interpretativo do Forte da Casa: de terça-feira a domingo das 9h30 às 12h30 e das 14h00 às 17h30. Encerra aos feriados.

Núcleo Museológico A Póvoa e o Rio: de quarta-feira a domingo das 9h30 às 12h30 e da 14h00-17h30. Encerra aos feriados.

Ingresso

Entrada gratuita no Museu Municipal e respetivos núcleos museológicos.

Receção/Bengaleiro;

Centro de documentação (Núcleo-sede e Núcleo Museológico de Alverca);

Loja (Núcleo-sede, Núcleo Museológico de Alverca e Núcleo Museológico do Mártir Santo);

Espaço polivalente para realização de atividades de divulgação do património local - colóquios, encontros, seminários, lançamento de livros, cursos (Núcleo-sede e Núcleo Museológico de Alverca);

Apoio a investigadores;

Sala para oficinas educativas;

Serviços educativos

Atividades: O serviço educativo do Museu Municipal é desenvolvido no Núcleo-sede e restantes núcleos museológicos, bem como no espaço geográfico do Município de Vila Franca de Xira, incluindo atividades nas escolas do Concelho. Tem como grande objetivo, partilhar saberes e divulgar o património cultural, pelo que disponibiliza uma série de ações educativas que ajudam a esse objetivo e que estão expressas no programa educativo “O Museu Oferece” (consultável na página web do Museu Municipal)

Tipo de Atividades: Visitas guiadas às exposições temporárias e ao património do concelho; oficinas educativas/temáticas; teatros de sombras e fantoches; colóquios/conversas sobre património e história; exposições itinerantes; maletas pedagógicas; outras ações educativas realizadas em datas especiais e comemorativas; programas culturais para jovens, famílias e público sénior.

Coleção Património Local: •João Amaral, Ofertas Históricas Relativas à Povoação de Vila Franca de Xira para Instrução dos Vindouros, 1º vol. 1991; • Lino de Macedo, Antiguidades do Moderno Concelho de Vila Franca de Xira, 1992; • Lino de Macedo, Apontamentos para a História do Movimento Republicano no Concelho de Vila Franca de Xira, 1993; • João Amaral, Ofertas Históricas Relativas à Povoação de Vila Franca de Xira para Instrução dos Vindouros, 2º vol. 1997; • Guilherme Henriques, Subsídios para a História do Concelho de Vila Franca de Xira, 1997; • José Costa, Roteiro Bibliográfico de Vila Franca de Xira, 1998; • José Costa, Vila Franca de Xira, Cronologia do Século XX, 2001; • Graça Soares Nunes, Vila Franca de Xira: Economia e Sociedade na Instalação do Liberalismo (1820-1850), 2006; • David Santos, Ateneu Artístico Vilafranquense : Da Monarquia Constitucional à Adesão Europeia, 2008 ; Boletim Cultural: • Nº 1, 1985; (esgotado); • Nº 2, 1986; (esgotado); • Nº 3, 1987/88; (esgotado); • Nº 4, 1989/90; (esgotado); • Cira 5, 1991/92; (esgotado); • Cira 6, 1993/94; • Cira 7, Encontro de Arqueologia. Povos e Senhor da Boa Morte, 1995/1997; • Cira 8, Quintas do Concelho de Vila Franca de Xira, 1998/1999; • Cira 9, 2000/2003; • Cira 10, 2010; • Cira 11, 2013 (on-line); • Cira arqueologia 1, 2012 (on-line); • Cira arqueologia 2, 2013 (on-line); Catálogos de exposições: • Em Memória de Vidal Baptista, 40º Aniversário do Museu Municipal de Vila Franca de Xira, 1991; • Trabalhar a Terra. Mecanização e agricultura em Vila Franca de Xira, 1992 (esgotado); • Festas, Romarias e Arraiais, 1993 (esgotado); • Júlio Goes, 1993; • Histórias do Tejo, 1994 (esgotado); • O Comércio em Vila Franca de Xira, 1995; • O Homem, O Trabalho e a Fábrica - Indústria no Concelho de Vila Franca de Xira, 1996; • 250 Obras de Arte Contemporânea, Coleção da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira (1920-1997); • Vila Franca de Xira. Olhares da Memória, 1998 (esgotado); • Tertúlias e Outros Lugares da Tauromaquia, 1999; • Senhor da Boa Morte. Mitos, História e Devoção, 2000; • Memórias de Pedra e Cal. Vila Franca de Xira, 2001; • Núcleo Museológico de Arte Sacra-Igreja do Mártir Santo S. Sebastião, 2001; • Vila Franca de Xira, Tempos do Rio, Ecos da Terra, 2003 (esgotado); • Álvaro Guerra: Razões de Liberdade, 2004; • Da Resistência à Liberdade em Vila Franca de Xira, 2004; • Fernando Augusto: Vida e Obra, 2005; • Alverca: da Terra às gentes (Programa Operacional de Cultura, co-financiado pela UE), 2007; • Arte e Devoção. Formas e olhares: Desvelar Património… Velar pelo Património, 2009; • Américo Silva 1970-2012. Design, gravura, fotografia, 2013; • O Campino. Imaginário de uma Identidade: Representações nas artes Visuais Portuguesas, 2013; Outras publicações: • Celso Mangucci, Quinta de Nossa Senhora da Piedade: História do seu Palácio, Jardins e azulejos, 1998; • Mouras Encantadas e Outras Histórias, 1999; • Lendas, Mitos e Histórias de Vila Franca de Xira, 2000; • Saberes e sabores de todas as cores, 2000 (esgotado); • Museus, Mediadores e Educação de Adultos: práticas partilhadas em cinco países, 2001; • Anabela Ferreira, Histórias do Palácio do Sobralinho, edição apoiada pela RPM, 2002; • O Laboratório do Dr. Cotonete, 2008; • Conhecer o Património de Vila Franca de Xira : Perspectivas de Gestão de Bens Culturais (Programa Operacional de Cultura, co-financiado pela UE), 2008; • Contexto quinhentista das escavações do Museu do Neo-Realismo (Programa Operacional de Cultura, co-financiado pela UE), 2008; • Desenho (Programa Operacional de Cultura, co-financiado pela UE), 2008; • Pintura (Programa Operacional de Cultura, co-financiado pela UE), 2008; • Gravura (Programa Operacional de Cultura, co-financiado pela UE), 2008; • Escultura (Programa Operacional de Cultura, co-financiado pela UE), 2008; • 80 Anos da fundação do Grupo de Forcados Amadores de Vila Franca de Xira, 2012; • Monte dos Castelinhos (Castanheiro do Ribatejo) Vila Franca de Xira e a Conquista Romana do Vale do Tejo, 2013.

Actualizado a 28 março 2014.

informação fornecida pelo museu em fevereiro 2014.

Última actualização: 27 Junho 2018

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC