Saltar para o conteúdo principal da página
Património Cultural

Museu Municipal de Vidigueira

O Museu Municipal de Vidigueira encontra-se instalado no espaço da antiga escola primária Vasco da Gama, edifício construído em finais de século XIX, entre 1880-1883, negociado entre o poder central e a Câmara local, tendo em vista a permissão para a trasladação das ossadas de Vasco da Gama, do antigo Convento Carmelita de Nossa Senhora das Relíquias em Vidigueira, para o Mosteiro dos Jerónimos. O ilustre Navegador recebeu o Condado da Vidigueira em 1519, tendo aqui residido com a família até à data da partida para a sua última viagem à Índia, onde veio a falecer no ano de 1524, deixando expressa a sua última vontade de ser sepultado nesta terra alentejana. Em profunda ligação com a memória de Vasco da Gama, este edifício albergou cerca de 100 anos de gerações e de história do ensino primário no concelho, tendo por ele passado a infância de quase todas as famílias aqui residentes. Entre 1996 e 2002 o edifício foi recuperado e adaptado a espaço museológico, cuja inauguração teve lugar em Julho de 2004. Desde Setembro de 2014 que o Museu Municipal de Vidigueira conta com um núcleo dedicado à arqueologia na aldeia de Marmelar, com uma pequena exposição de peças arquitetónicas e arqueológicas dos períodos Romano e Antiguidade Tardia, que constituem um valioso documento sobre a ocupação do território.

O espaço expositivo do Museu Municipal de Vidigueira organiza-se em dois núcleos de leitura independente, em que o primeiro retrata a história do ensino primário no concelho desde 1883 a 1991 e o segundo oferece uma visão do quadro económico, social e cultural vidigueirenses da primeira metade do séc. XX, através dos ofícios, comércio, agricultura e pequena indústria, representados em ambientes temáticos.  

Entre os dois núcleos principais existe uma sala intermédia que simboliza a divisão dos mundos masculino e feminino, iniciada nos bancos da escola que um muro dividia cerrando horizontes, num contexto social em que “a casa era para as mulheres” e o universo masculino desconhecia fronteiras.

Procuraram aqui destacar-se alguns aspetos do viver feminino, relacionados com o espaço doméstico, interior e íntimo, no qual a mulher se desdobrava em tarefas múltiplas, havendo algumas que exerciam profissões exigentes de um saber ancestral exclusivo, transmitido ao longo de múltiplas gerações.

Do mundo e do saber masculinos falam os núcleos profissionais que representam em objetos uma sociedade rural ensaiando pequenos passos de industrialização. Agricultura, comércio local, ofícios e pequena indústria reconstituem a sociedade vidigueirense da primeira metade do séc. XX.

A coleção bastante heterogénea de um vasto espólio, proveniente na sua quase totalidade de doações particulares, permitiu reconstruir a memória etnográfica da população num passado recente e contribuir para a compreensão da história e da cultura local, levando o visitante numa viagem inesquecível através do tempo.

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Vidigueira
Director(a):
Luísa Costa
Endereço:
Praça Vasco da Gama, nº 1. 7960-227 Vidigueira
GPS:
Lat: 0 Long: 0
Telf(s):
00351 284 437 408
E-mail:
museu@cm-vidigueira.pt
Site:
http://www.cm-vidigueira.pt/

Última actualização: 31 Maio 2021

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 161 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC