Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Municipal de Penafiel

As coleções, começadas a reunir no final de oitocentos, contemplam, sobretudo, a arqueologia, a etnografia e a história local. O espólio arqueológico provém das intervenções efetuadas no concelho. A coleção de etnografia tem sido objeto de recolhas regulares, com vista a completar e contextualizar o acervo existente e acudir a situações críticas de perda de bens móveis relacionados com as temáticas agrícolas, aos ofícios, à atividade piscatória e de transporte fluvial, às festas, etc.

O Museu Municipal de Penafiel constitui uma unidade orgânica de terceiro grau da Câmara Municipal de Penafiel, diretamente dependente do Executivo, e estruturada internamente em sete serviços: Serviço de Gestão de Coleções, Serviço de Gestão do Património Cultural, Serviço Educativo, Serviço de Documentação e Divulgação, Serviço de Conservação Preventiva, Secretariado e Serviços Auxiliares.

É, há mais de cinquenta anos, uma estrutura permanente, alicerce da política de planificação e gestão dos recursos culturais do município, com uma intervenção ativa na preservação e promoção de valores significantes do património móvel, imóvel e imaterial.

Constituído em 1948, junto da Biblioteca, a sua fundação ficou a dever-se à persistência de Abílio Miranda, seu primeiro diretor.

Atualmente instalado no palacete setecentista dos Pereira do Lago, o Museu Municipal beneficia agora de uma ampla área de exposição e serviços que permite acolher visitantes e utentes com qualidade. O visitante poderá desfrutar neste espaço museológico das cinco salas temáticas da Exposição Permanente dedicadas à Identidade, ao Território, à Arqueologia, aos Ofícios e à Terra e Água, onde se privilegiou um discurso expositivo claro e moderno, apoiado em diferentes níveis de informação destinados a diversos públicos, e com recurso a numerosos e inovadores suportes multimédia, onde a interação, a pedagogia e o divertimento são a linha de força.

Enquanto museu polinucleado, dispõe actualmente de 4 extensões: o Castro de Monte Mozinho, o Moinho da Ponte de Novelas, o Engenho de Sebolido e a Aldeia de Quintandona. Nos quatro núcleos, bem como no centro histórico da cidade de Penafiel e em diversos circuitos patrimoniais do concelho, o Museu faz visitas guiadas para grupos mediante marcação prévia.

Tem Associação de Amigos instituída desde 1999.

 

Núcleos

Castro de Monte Mozinho

Moinho da Ponte de Novelas

Engenho de Sebolido

Aldeia de Quintandona

Conteúdos da responsabilidade do museu e ditados pela DGPC

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Penafiel
Director(a):
Maria José M. C. Ferreira dos Santos
Endereço:
Rua do Paço, s/n - 4560-485 Penafiel
GPS:
Lat: 41,2068707 Long: -8,282909399999994
Telf(s):
+ 351 255 712 760
Fax(s):
+ 351 255 711 066
E-mail:
museu.penafiel@cm-penafiel.pt
Site:
http://www.museudepenafiel.com/

Comboios: Linha do Douro, complementado por autocarro.
Autocarros urbanos: Empresas Valpi, Rodonorte, Asadouro.

Estacionamento: Parque de estacionamento subterrâneo - pago.

De terça-feira a domingo -  das 10h00 às 18h00.

Encerra à segunda-feira e nos dias 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio e 25 de dezembro.

Ingresso

Núcleo sede: 2,00 €

Extensões: gratuito

Visitas guiadas e ateliers:

. Grupos organizados até 40 elementos: 30€/grupo

. Grupos organziados superiores a 40 elementos até ao máximo de 80 pessoas por grupo: 50€/grupo

.Ateliers temáticos de exploração pedagógica: 2€/pessoa

Aniversários

. Festa de aniversário s/ lanche: 2€/pessoa

. Festa de aniversário com cedência de sala s/ lanche: 3€/pessoa

. Festa de aniversário c/ lanche fornecido pelo Museu: 6€/pessoa

. Estão isentos de pagamento de taxas o/a aniversariante e os acompanhantes do grupo, até ao máximo de 4 adultos

As taxas das visitas guiadas e dos ateliers temáticos são também aplicáveis aos núcleos do Moinho da Ponte de Novelas ao Castro de Monte Mozinho ao Engenho de Sebolido e ao da Aldeia de Quintandona.

Todos os preços incluem o IVA à taxa legal em vigor.

Todas as actividades estão sujeitas a marcação prévia.

Isenções:

Ingresso gratuito aos domingos
Ingresso gratuito para grupos escolares em contexto lectivo e durante o período escolar, de segunda a sexta-feira , menores de 14 anos, funcionários do Município de Penafiel, associados da Associação de Amigos do Museu, associados da APOM, do ICOM e do ICOMUS, técnicos dos Museus integrados na RPM e técnicos da DGPC, todos mediante identificação.

Descontos:

Para estudantes, maiores de 65 anos, portadores de deficiência e acompanhante, e grupos organizados superiores a 20 elementos: 1 € (IVA incluído à taxa legal em vigor).

Loja

Auditório

Centro de Documentação e Divulgação / Biblioteca (História local, periódicos - responsável: Manuel Ribeiro);

Exposição permanente: História local, arqueologia e etnografia

Atividades realizadas: Visitas guiadas à exposição permanente e às exposições temporárias, dinamizadas de acordo com a faixa etária e os interesses específicos do grupo. Atividades lúdicas e de experimentação organizadas por faixa etária para cada uma das salas de exposição. Realizam-se ainda visitas guiadas e atividades orientadas em cada um dos núcleos dependentes, no centro histórico da cidade de Penafiel e itinerários patrimoniais do concelho. Realizam-se também Festas de Aniversário para crianças entre os 5 e os 14 anos. Para além das atividades programadas é possível organizar outras ações, desde que previamente solicitadas. As atividades decorrem por marcação prévia.

Responsável: Rosário Marques

Série Catálogos:• AGUIAR, Manuel Casal (2010) – Vislumbre de verdade. Catálogo da exposição. Penafiel: Museu Municipal.• PROVIDÊNCIA, Francisco [et al.] (2010) – Catálogo fotográfico do Museu Municipal de Penafiel. Penafiel: Museu Municipal.  Série Roteiros do Museu:• ALMEIDA, Carlos A. Brochado de [et. al.] (2008) – Caminhos Antigos e de Peregrinação em Penafiel. Penafiel: Museu Municipal.• SANTOS, Maria José Ferreira dos [et al.] (2008) – Igreja de S. Pedro de Abragão: redescobrir um templo românico. Penafiel: Museu Municipal.• SOEIRO, Teresa (2000) – O ocaso das moagens do rio Sousa no Município de Penafiel. Penafiel: Museu Municipal.• SOEIRO, Teresa (2005) – Monte Mozinho: sítio arqueológico. Penafiel: Museu Municipal. Série Cadernos do Museu:• CARVALHO, Teresa Pires de (1998) – “A Terra Sigillata de Monte Mozinho”. Cadernos do Museu, n.º 3. Homenagem a Carlos Alberto Ferreira de Almeida – II. Penafiel: Museu Municipal.• CARVALHO, Teresa Pires de (coord.) (2005) – "Castro - um lugar para habitar: colóquio". Cadernos do Museu, n.º 11. Série Arqueologia. Penafiel: Museu Municipal.• NOBREGA, Artur Vaz-Osório da (1999) – “Pedras de Armas da cidade de Penafiel”. Cadernos do Museu, n.º 5. Série Heráldica & Genealogia. Penafiel: Museu Municipal.• SANTOS, Maria José Ferreira dos [et al.] (2005) – “Município de Penafiel: uma longa história”. Cadernos do Museu, n.º 10. Série História Local. Penafiel: Museu Municipal.• SOEIRO, Teresa (1998) – “O sítio romano da Bouça do Ouro, Boelhe – Penafiel”. Cadernos do Museu, n.º 4. Homenagem a Carlos Alberto Ferreira de Almeida – III. Penafiel: Museu Municipal.• SOEIRO, Teresa (coord.) (1998) – “Monte Mozinho 25 anos de trabalhos arqueológicos”. Cadernos do Museu, n.º 2. Homenagem a Carlos Alberto Ferreira de Almeida – I. Penafiel: Museu Municipal.• SOEIRO, Teresa (coord.) (2000/2001) – “Dias festivos. O Corpo de Deus em Penafiel”. Cadernos do Museu, n.º 6/7. Série Festividades. Penafiel: Museu Municipal.• SOEIRO, Teresa [et al.] (2003-2004) – “Pauzeiros, tamanqueiros, sapateiros e ofícios correlativos”. Cadernos do Museu, n.º 8/9. Série Ofícios & Indústrias. Penafiel: Museu Municipal.• SOEIRO, Teresa [et al.] (2009-2010) – “Monteiras (Bustelo). Uma necrópole com dois mil anos”. Cadernos do Museu, n.º 12/13. Série Arqueologia. Penafiel: Museu Municipal.

Série Estudos & Documentos:• FUNDO, António José Pinto do (2010) – Elites e finanças: o concelho de Penafiel na reforma liberal (1834-1851). Série Estudos e Documentos – 3. Penafiel: Museu Municipal.• MEIRELES, Fr. António da Assunção (2007) - Memórias do Mosteiro de S. Miguel de Bustelo (1800-1801). Introdução, fixação do texto e índice por Fr. Geraldo J. A. Coelho Dias. Série Estudos e Documentos – 2. Penafiel: Museu Municipal.• SANTOS, Geralda Maria Marques Ferreira dos (2000) – População e Economia da Cidade de Penafiel nos finais do Antigo Regime - 1785-1807. Série Estudos e Documentos – 1. Penafiel: Museu Municipal.

Outras edições e co-edições:• SOEIRO, Teresa (2013) – A Rua do Burgo de Entre-os-Rios. Penafiel: Museu Municipal de Penafiel e Edições Cão Menor.• SARDINHA, José Alberto (2012) – Danças populares do Corpus Christi de Penafiel. Vila Verde: Tradisom.• TÁVORA, José Bernardo (coord.) (2009) – Museu Municipal de Penafiel: Projecto e obra 2009. Penafiel: Câmara Municipal".

Actualizado em 18 de junho de 2014, informação fornecida pelo museu em 5 de Dezembro de 2013

Última actualização: 08 Julho 2014

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC