Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Municipal de Coruche

As coleções do Museu são constituídas essencialmente por espólio arqueológico e etnográfico. O acervo arqueológico é maioritariamente resultante das prospeções arqueológicas levadas a cabo no concelho, de que destacamos o material cerâmico e lítico pré-histórico. Relevamos igualmente o material recolhido na intervenção arqueológica do sítio de S. Pedro, na vila de Coruche, que incide nos períodos romano, medieval e moderno. Em grande parte fruto de doações de particulares, a coleção de Etnografia é composta por peças muito diversas, distribuídas por variadas categorias, como sendo alfaias agrícolas, armas, brinquedos, cerâmica, equipamento e utensílios, espólio documental, fotografia, metais, mobiliário, têxteis, trajes e vidros. O Museu tem igualmente à sua guarda uma coleção de material escolar, aferição e acervo tauromáquico, além de quatro fundos: o Fundo Margarida Ribeiro, o Fundo Monte da Barca, o Fundo Armando Lizardo e o Fundo FotoCine, com cerca de 200 000 negativos.

O Museu Municipal de Coruche teve como razões para a sua constituição: a antiguidade histórica de Coruche, o considerável espólio arqueológico, etnográfico e documental existente, a necessidade de prevenir a dispersão e destruição desse mesmo espólio e de inverter o isolamento cultural face aos grandes centros.

O Museu deriva dos esforços feitos junto da Câmara Municipal pela Associação para o Estudo e Defesa do Património Cultural e Natural do Concelho de Coruche. Em ata desta Associação, datada de Março de 1987, é referida, pela primeira vez, a intenção da sua criação. Adveio então, no mesmo ano, a necessidade da campanha Pró-Museu - de apoio à criação do mesmo - que resultou na entrega à Câmara Municipal de Coruche da recolha de assinaturas. A 31 de Julho 1989 foi adquirido pela Câmara Municipal o edifício onde hoje se situa.

Em 2000, ainda com o Museu em fase de acabamentos, foi nomeada, pela Câmara Municipal, uma comissão instaladora, com a finalidade de dotar o Museu das condições logísticas básicas, de redigir o projeto museológico e funcional, assim como de preparar as exposições inaugurais. Em 18 de Agosto de 2001 foi aberto ao público.

Em 2009 o Museu inaugurou o seu primeiro núcleo museológico, a Escola-Museu Salgueiro Maia, em S. Torcato.

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Coruche
Director(a):
Cristina Calais
Endereço:
Rua Júlio Maria de Sousa - 2100-192 Coruche
GPS:
Lat: 38,9562262 Long: -8,529494200000045
Telf(s):
+ 351 243 610 820
Fax(s):
+ 351 243 610 821
E-mail:
museu.municipal@cm-coruche.pt
Site:
http://www.museu-coruche.org/

Autocarros urbanos: Autocarros Lisboa-Coruche, Santarém-Coruche, Évora-Coruche.

Estacionamento: Parques de estacionamento próximos ao Museu

Acessibilidade: Dispõe de acessibilidades para deficientes (elevador)

Verão - de  terça-feira a domingo  das 10h00 às 13h00 e das 14h40 às 18h30.

Inverno - de terça-feira a domingo das 09h00 às 13h00 e das 14h30 às 17h30.

Encerrado ao público à segunda-feira e feriados nacionais, expeto 15 e 17 de agosto.

Ingresso

Bilhete Normal - 1,10 €

Isenções:

Exposições temporárias
Menores até aos 12 anos de idade;
Portadores de cartão-jovem ou do cartão de estudante;
Grupos escolares em visitas de estudo;
Sócios da APOM ou do ICOM;
Pessoas com idade superior a 65 anos.

Acolhimento

Receção

Loja 

Cafetaria com wireless

Exposição permanente - O Homem e o Trabalho – A Magia da Mão.

Centro de Documentação / Biblioteca - Especialização - O Centro de Documentação Margarida Ribeiro aglutina toda a informação resultante da investigação feita pelo Museu. Disponibiliza ao público e, em especial, a estudantes, professores e investigadores, todo o acervo documental nas áreas da museologia, arqueologia, etnografia e história local. Dispõe de serviço wireless - Internet sem fios.

   Contacto Direto - Tel. 243 610 824 / e-mail: c.doc.mmc@cm-coruche.pt

Auditório (Auditório José Labaredas) - 78 lugares, Projetor para material digital e ecrã.

Serviços Educativos 

Atividades: visitas guiadas às exposições de longa duração e temporárias; peddypapers pedagógicos às exposições; ateliers pedagógicos; percursos pedestres; ciclos de conferências; entre outras.

Material pedagógico: CD da romanização no concelho de Coruche; CD da exposição: O Homem e o trabalho - A Magia da Mão; Maleta da Pré-história do Concelho de Coruche; Jornais pedagógicos.

Contacto: + 351 243 610 822 / e-mail: educacao.mmc@cm-coruche.pt

• História da Fundição Sineira em Portugal; • Actas do Colóquio Margarida Ribeiro; • Um Olhar sobre os Forcados - DVD; • Bienal de Coruche - catálogo (2007); • A Romanização no concelho de Coruche - CD ROM; • O que nos dizem as casas; • Coruche na obra do Arq. Gonçalo Ribeiro Telles - catálogo; • Margarida Ribeiro: vida e obra; • Bienal de Coruche - catálogo (2005); • O caminho de ferro em Coruche - catálogo; • Catálogo da Exposição Permanente; • CD-Rom com visita virtual à exposição permanente; • Vagas leves - rostos do rio - catálogo; • Bienal de Coruche - catálogo (2003); • Um olhar sobre Coruche; • Estudo Histórico de Coruche (reedição 2009); • Roteiro Megalítico de Coruche

Actualizado em ____ de junho de 2014, informação a partir do site do IMC 

Última actualização: 30 Julho 2014

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC