Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Municipal de Aljustrel

O Museu Municipal de Aljustrel, depositário de grande parte do espólio arqueológico e etnográfico recolhido no concelho, convida-o a realizar uma viagem no tempo, através dos artefactos utilizados pelos diversos povos que aqui se estabeleceram, desde os períodos mais remotos até à atualidade, cruzando as suas gentes e as suas culturas e de que resultou a realidade que hoje é Aljustrel. Pretende ser um espaço de investigação, de aprendizagem e de inovação ao serviço da comunidade, pondo ao seu dispor os conhecimentos do seu pessoal e os meios técnicos disponíveis, estabelecendo parcerias com outros agentes educativos e com outros museus.

O Museu Municipal de Aljustrel foi criado como instituição em 1999 e o seu Núcleo Rural de Ervidel foi aberto em abril de 2000. Possui duas coleções principais: uma de Etnografia, ligada ao mundo rural, com alfaias agrícolas para trabalho da terra, de apicultura, de moagem, de armazenagem e tratamento de cereais e ainda de materiais ligados à produção de vinho e azeite. Dentro desta temática possui ainda diversos objetos do quotidiano que permitiram a reconstituição de um quarto e cozinha de uma casa rural. Outra de Arqueologia, composta por  materiais recolhidos no concelho em intervenções arqueológicas e de achados fortuitos. Através de um protocolo com a empresa mineira Pirites Alentejanas, SA, o museu ficou com o depósito de todos os materiais que faziam parte do antigo Museu da Mina. Estes abarcam um período cronológico que vai desde a Pré-história até à Idade Média, com especial ênfase no período romano. 

O Museu possui ainda uma coleção de metrologia, proveniente do antigo Gabinete do Aferidor da Câmara Municipal de Aljustrel que servirá para a criação de um futuro Núcleo de Metrologia.

Núcleos

Núcleo Rural de Ervidel

Apresenta a reconstituição de uma casa rural, os instrumentos de apicultura e o ciclo do trigo.

Núcleo Central de Compressores

Núcleo de Arqueologia Industrial situado na mina de Algares. Resulta da recuperação de uma instalação industrial da empresa mineira, já desativada em 1992.

Núcleo do Moinho de Vento

Situado no recuperado e musealizado Moinho do Maralhas

Conteúdos editados pela DGPC/DMCC

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Aljustrel
Director(a):
Artur Martins
Endereço:
Rua S. João de Deus, 19 - 7600-116 Aljustrel
GPS:
Lat: 37,88039840315689 Long: -8,16428958710253
Telf(s):
+351 284 600 170
Fax(s):
+351 284 600 179
E-mail:
museu@mun-aljustrel.pt
Site:
http://www.mun-aljustrel.pt/

Autocarros urbanos: Carreiras da Rodoviária do Alentejo e carreiras Expresso a partir de diversos pontos do país.

Estacionamento: Parque de estacionamento automóvel e para autocarros junto à Igreja Matriz a cerca de cinquenta metros do Museu.

Acessibilidade: O Museu dispõe de acessibilidades para deficientes (rampas e elevador).

Museu Municipal de Aljustrel

Inverno (16 de setembro a 30 de maio), de terça a sexta-feira das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h30; Sábado das 10h00 às 12h00 e das 14h00-17h00.

Encerrado ao público ao Domingo, segunda-feira e feriados.

Verão (1 de junho a 15 de setembro), de terça a sexta-feira, das 09h30 às 12h30 e das 16h00 às 19h00; Sábado, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00; Domingo, 14h00 às 18h00.

Encerra ao público na segunda-feira e feriados.

Núcleo Rural de Ervidel

Verão (15 de junho a 15 de setembro)- terça-feira das 14h00 às 17h00; Quarta a sexta-feira das 10h00 às 12h00 e das 14h00 às 17h00; sábado e domingo das 14h00 às 17h30.

Encerrado ao público à segunda-feira e feriados nacionais e concelhio (13 de Junho).

Inverno (16 de setembro a 14 de junho)- de terça-feira a sábado, das 14h00 às 17h30; Domingo, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h00.

Encerrado ao público à segunda-feira e nos feriados nacionais. 

Ingresso

Museu Municipal de Aljustrel: Bilhete Normal: 1,00€ Núcleo Rural de Ervidel: Ingresso gratuito

Isenções:

Jovens até aos 15 anos, adultos com mais de 60 anos e escolas mediante marcação prévia.

Descontos:

Estudantes, portadores de cartão jovem e deficientes com um assistente: 0,50€
Grupos com mais de 10 pessoas mediante marcação prévia de 5 dias úteis: 20% de desconto

Acolhimento

Recepção e loja

Exposição permanente: “2000 Anos de Mineração em Aljustrel”.

Serviço Educativo

Atividades: o Museu disponibiliza, em colaboração com o Posto de Turismo, visitas guiadas temáticas ao património edificado da vila de Aljustrel e às instalações mineiras de superfície. São também efectuadas visitas guiadas à exposição permanente e aos diversos Núcleos existentes.

  • Catálogo da exposição “2000 Anos de Mineração em Aljustrel”.
  • O livro infantil “Um dia verdadeiramente extraordinário na vida de Manuel Mineiro”.
  • O livro sobre as Tábuas de Bronze de Aljustrel, onde se encontra a sua versão em português, castelhano, francês e Inglês
  • Está  ainda disponível a revista VIPASCA – Arqueologia e História publicada pela Câmara Municipal de Aljustre/Museu Municipal de Aljustrel.

Actualizado a 23 de Abril de 2014.

informação fornecida pelo museu em 2013 e fotografias em 2014.

Última actualização: 24 Abril 2018

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC