Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso

O acervo do Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso é composto por coleções de arte portuguesa moderna e contemporânea, de onde se destacam obras de Amadeo de Souza-Cardoso, António Carneiro, Júlio Resende, Manuel Cargaleiro, Nadir Afonso, Vieira da Silva e José Guimarães. Existe também um núcleo de arqueologia de origem concelhia e os célebres "diabos de Amarante". Amadeo de Souza-Cardoso é a principal referência do Museu e a aproximação à sua obra torna-a em instrumento de uma pedagogia da modernidade, com os percursos visíveis do Cubismo à Abstração, com as notícias do Futurismo, as marcas do Expressionismo e as premonições do Dadaísmo e seus absurdos.

O Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso encontra-se instalado num antigo convento dominicano, anexo à Igreja de São Gonçalo de Amarante, cuja construção se iniciou no século XVI e alongou até ao século. XIX. O edifício, por si só, congrega diversas tendências da Arquitetura Portuguesa nos últimos séculos. Na década de oitenta do século XX, uma intervenção do Arquiteto Alcino Soutinho recuperou e readaptou o edifício para fins museológicos. 

O Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, outrora Biblioteca-Museu Municipal de Amarante, foi fundado em 1947, pelo Dr. Albano Sardoeira, com o objetivo de proceder à recolha de espólio concelhio relevante para sua caracterização. Pretendia, de igual modo, lembrar os artistas e os escritores que tiveram berço em Amarante, tais como Amadeo de Souza-Cardoso, António Carneiro, Acácio Lino, Teixeira de Pascoaes, Agustina de Bessa Luís, Alexandre Pinheiro Torres e muitos outros.

Conteúdos editados pela DGPC/DMCC

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Amarante
Director(a):
Diretor: António Cardoso; Responsável Técnico: Carlos Teixeira
Endereço:
Alameda Teixeira de Pascoaes - 4600-011 Amarante
GPS:
Lat: 41,269791 Long: -8,078232800000023
Telf(s):
+351 255 420 272/238
Fax(s):
+351 255 420 281
E-mail:
mmasc@cm-amarante.pt
Site:
https://www.amadeosouza-cardoso.pt/

Comboios: Linha do Douro (a partir de São Bento ou da Campanhã), na Livração mudar para um autocarro
Autocarros urbanos: Expressos do Porto, Coimbra, Lisboa, Vila Real e Bragança

Estacionamento: Estacionamento próximo do Museu

Acessibilidade: Dispõe de acessibilidades para pessoas com mobilidade reduzida

INVERNO (01 de Outubro a 31 de Maio) 09h30m às 12h30m e das 14h00m às 17h30m | Últimas admissões: 12h00m e 17h00

VERÃO (01 de Junho a 30 de Setembro) 10h00m às 12h30m e das 14h00m às 18h00m | Últimas admissões: 12h00m e 17h30m

Encerra às Segundas-feiras, Dias-Santos, Feriados e Feriado Municipal (8 de Julho)

Ingresso

Bilhete Normal – 1,00 €

Isenções:

Menores de 16 anos

Acesso gratuito para residentes em Portugal que perfaçam 18 anos em 2018 - de 16 de abril de 2018 a 16 de abril de 2019

Descontos:

Pessoas com + 65 anos - 0,50 €
Estudantes e cartão jovem - 0,50 €

Acolhimento

Receção/loja

Exposição permanente Arte portuguesa moderna-contemporânea e arqueologia

Centro de Documentação / Biblioteca (responsável: Carlos Teixeira)

Outros: Grupo de Amigos do Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso.

Atividades: visitas guiadas a grupos com objectivos diferenciados, com maior predominância dos grupos escolares.

Responsáveis: Carlos Teixeira / Cláudia Cerqueira

• Catálogo das colecções do Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso, 2009• Catálogos das diversas exposições temporárias do Museu Municipal• Catálogos do Prémio Amadeo de Souza-Cardoso , edições de 1997, 1999, 2001, 2003, 2005, 2007, 2009, 2011• Catálogo dos artistas Consagrados com o Grande Prémio Amadeo de Souza-Cardoso: 1997 - Fernando Lanhas;1999 - Fernando Azevedo; 2001 - Costa Pinheiro; 2003 - Júlio Pomar; 2005 - Nikias Skapinakis; 2007 - Ângelo de Sousa; 2009 - João Vieira; 2011 - António Sena. 

TM 18junho - informação enviada pelo museu em 7fev14

Atualizado a 26 junho a partir do website do museu

Última actualização: 26 Junho 2018

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 151 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC