Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Etnográfico da Madeira

Inaugurado a 15 de Junho de 1996, o Museu Etnográfico da Madeira ocupa dois edifícios, sitos à Rua de S. Francisco, n.º 24, na vila da Ribeira Brava: um antigo edifício, uma casa solarenga do século XVII, que no século XIX foi convertido numa unidade industrial – o “Antigo Engenho de Aguardente da Ribeira Brava” – e um edifício novo, construído de raiz para este fim.

Esta instituição tem como vocação a investigação, conservação e divulgação dos testemunhos da cultura tradicional madeirense, numa perspectiva regional, tendo em vista o seu passado, bem como o seu desenvolvimento presente. Pretende ser um museu dinâmico, com permanente animação pedagógica e cultural, ao serviço da comunidade, contribuindo para o seu desenvolvimento.O acervo do museu integra colecções de objectos relacionados com os diferentes aspectos sociais, económicos e culturais do arquipélago da Madeira, parte dos quais se encontram expostos nas salas de exposição permanente, organizadas por temas: actividades produtivas (pesca, ciclo do linho, ciclo dos cereais e ciclo do vinho), transportes, unidades domésticas (cozinha e quarto de dormir) e comércio tradicional (mercearia). A outra parte do acervo do museu, em reserva, é apresentada, rotativamente, nas salas de exposições temporárias e em exposições itinerantes.

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC

Contactos e
Localização

Tutela:
Direcção Regional dos Assuntos Culturais da Madeira
Director(a):
Lídia Góes Ferreira
Endereço:
Rua de S. Francisco, 24 - 9350-211 Ribeira Brava
GPS:
Lat: 32,749722 Long: -16,96889699999997
Telf(s):
Geral: +351 291 952 598 ou Direcção: +351 291 957 759
Fax(s):
+351 957 313
E-mail:
museuetnografico@gmail.com

Autocarros urbanos: Carreiras: 4, 6, 80, 107, 115, 127, 139, 146; 7 (Via Rápida)

Acessibilidade: O edifício está adaptado a deficientes motores

Terça a sexta-feira  das 09h30 às 17h30.

Sábados e domingos  das 10h00 às 12h30 e das 13h30 às 17h30.

Encerrado às segundas-feiras e feriados municipais, regionais e nacionais.

Ingresso

Bilhete Normal - 3,00€

Isenções:

Todos os grupos no âmbito de visitas organizadas pelos Serviços Educativos do Museu.
Todos os visitantes, aos Domingos, Dia Internacional dos Museus, Dia Nacional do Mar e dia do Turista.
Professores e alunos de qualquer estabelecimento de ensino.
Sócios da APOM, ICOM, bem como quaisquer entidades públicas ou privadas e afins, Nacionais ou Internacionais.
Jornalistas e profissionais do turismo, no desempenho das suas funções sempre que devidamente identificados.
Investigadores devidamente identificados.

Descontos:

Grupos (a partir de 6 pessoas) - 2,50€
Pessoas com mais de 65 anos e jovens portadores de cartão jovem - 1,50€


Acolhimento

Recepção

Loja

Atelier de expressão plástica Exposição permanente.

Várias salas de Exposição Permanente, organizadas por temas:

   .Actividades produtivas (Pesca, Ciclo do Linho, Ciclo dos Cereais e Ciclo do Vinho),

   . Transportes,

   .Unidades Domésticas (Cozinha, Quarto de Dormir)  

   . Comércio Tradicional (Mercearia)

Exposições temporárias -  onde se realizam, temporariamente, exposições, que abordam os mais variados temas da cultura madeirense, proporcionando-se a rotatividade das peças em reserva, e onde se desenvolvem outras acções de carácter cultural.

Serviço Educativo

Atividades: visitas orientadas para o 1º, 2º e 3º ciclos do Ensino Básico e Ensino Secundário; Fichas-guia, jogos e outras atividades lúdicas, tendo em conta os níveis de escolaridade e interesses temáticos a abordar, numa perspetiva de educação não formal; Atelier de expressão plástica infantil; Visitas orientadas e atividades culturais dirigidas a diferentes tipos de público.

Informações e inscrições: As visitas orientadas deverão ser previamente marcadas e confirmadas, através de telefone, fax ou e-mail. Os grupos escolares inscritos, devem ser acompanhados por um professor ou responsável e cada grupo não deverá exceder o número máximo de 25 de alunos.

Responsável: Educadora Margarida Silva Reis.

• Guia de orientação do museu (português, inglês, francês, alemão e espanhol) • Edição “Receitas para sempre” (Gastronomia Madeirense) Colecções de postais – estas colecções são subordinadas aos temas das exposições temporárias, apresentadas ao público no museu, com excepção da colecção nº 2, que é dedicada à exposição permanente. • Nº 1 - «Tosquias» – exposição de fotografia de David Francisco. • Nº 2 - «Museu Etnográfico da Madeira». • Nº3 - «Arte e Devoção, Presépios Portugueses algumas representações» - Presépios I. • Nº 4 - «Arte e Etnografia - Festividades Cíclicas na Madeira» exposição de pintura e escultura, de António Rodrigues, Eduardo de Freitas, Filipa Venâncio, Manuel Rodriguez. • Nº 5 - «Linhas de Terra» exposição de Cerâmica de Jorge Meco e Paula Gomes. • Nº 6 - «Rostos Milenares» - Escultura em Pedra de Orlando Gois. • Nº7 - «Tradição e Inovação, Presépios Madeirenses» - Presépios II • Nº8 – « A Terra de Meu Pai» – exposição de Escultura, de Jacinto Rodrigues. • Nº 9 – «Arte e Devoção – Santos Populares» - Artesanato Madeirense. • Nº 10 - «Arte e Etnografia – Tempo Imóvel» Pintura, de Eduardo de Freitas. • Nº 11 - «Roçando a Arte» – Artes Decorativas, de Daniel Rodrigues e Manuela Caires. • Nº 12 «Exercícios» – alunos do Agrupamento 2, Exposição do 5º grupo/secundário da escola Básica e Secundária Padre Manuel Álvares – Ribeira Brava – Madeira. • Nº 13 - «Cenas do Quotidiano Madeirense» – Figuração em Barro de José do Espírito Santo e Vasconcelos. • Nº 14 - «Só, Cana de Roca» de Agostinho Vasconcelos. • Nº 15 – «Tem Arte» – embutidos e cerâmica, de Susana Ornelas. • N.º 16 - «Arquinhos do Menino» - Presépios III • Guia de orientação do museu (português, inglês, francês e alemão) Edições pedagógicas: • Desdobrável dos Serviços Educativos.

Actualizado em_____ de junho de 2014, informação fornecida a partir do site do IMC  

Última actualização: 29 Julho 2014

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC