Saltar para o conteúdo principal da página

Museu do Papel Terras de Santa Maria

O Museu do Papel Terras de Santa Maria encontra-se instalado em duas antigas fábricas de papel do início do século XIX, exemplos da arquitetura do papel da região das Terras de Santa Maria, a sua grande marca identificadora reside no facto de ser um museu manufatureiro e industrial em atividade, integrando um espaço de produção manual de papel – antigo Engenho da Lourença – e um espaço industrial – Casa da Máquina – onde se mostra o processo de fabrico em contínuo. Para além desta exposição permanente ligada ao fabrico do papel, saliente-se a coleção de Marcas de Água e de um espólio constituído por peças oriundas de diferentes fábricas de papel do país.

O Museu  do Papel Terras de Santa Maria integra duas antigas fábricas de papel, do início do século XIX, que constituem edifícios exemplares da arquitetura do papel da região das Terras de Santa Maria.

A primeira fase do projeto museológico incluiu a compra, pela Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, da Fábrica de Custódio Pais, fundada em 1822 e em laboração até 1989, abrindo ao público a 26 de Outubro de 2001. Este espaço integra a exposição permanente dedicada ao fabrico manual e industrial do papel.

Em 2005 iniciaram-se as obras de recuperação da Fábrica dos Azevedos, criando novas estruturas inerentes a uma boa funcionalidade museológica, nomeadamente, serviços de acolhimento, loja, centro documental (biblioteca sobre História do Papel e arquivo), áreas de serviço educativo, auditório e áreas de exposição temporária, tendo sido concluídas em 2009, abrindo ao público a 26 de junho.

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Santa Maria da Feira
Director(a):
António Luís Marques da Silva
Endereço:
Rua de Rio Maior, 338 - 4535-301 Paços de Brandão
GPS:
Lat: 40,98052673456675 Long: -8,58625722858892
Telf(s):
+351 227 442 947
Fax(s):
+351 227 459 932
E-mail:
geral@museudopapel.org

Como chegar: De carro: A1 – saída em Santa Maria da Feira; A29 – saída em Paços de Brandão
Comboios: Comboio a partir de Espinho e de Santa Maria da Feira
Autocarros urbanos: Autocarros a partir de Espinho, Porto e Santa Maria da Feira

Estacionamento: Estacionamento no local

Acessibilidade: Acesso a deficientes

Terça a sexta-feira das 9h30 às 12h00 e das 14h30 às 17h00

Sábados e Domingos das 14h30 às 17h00

Encerrado segunda-feira, Feriados, terça-feira de Carnaval, Domingo de Páscoa, 24, 26 e 31 de Dezembro.

Acolhimento

Receção e loja

Exposição permanente: Processo manufatureiro – Do Engenho à Fábrica; Processo industrial – E do Velho se Fez Novo.

Centro Documental  - Especialização: História do papel e marcas de água

Auditório / Sala polivalente - 80 lugares 

Serviços Educativos

Atividades: visitas guiadas; oficinas "descobrir"; oficinas "fazer"; oficinas "o sentido do sentir", "a importância do gesto", "sonoridades e texturas do papel"; oficinas "memórias"

Informações e inscrições: + 351 22 744 29 47 educativos@museudopapel.org 

• Santos, Maria José Ferreira dos, A Industria do Papel em Paços de Brandão e Terras de Santa Maria (Séculos XVIII - XIX), Santa Maria da Feira, ed. Câmara Municipal de Santa Maria da,1997.• Catálogo O Papel dos Aerogramas. Exposição temporária. ed. Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, 2005. • O Engenho da Lourença, ed. Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, 2007.• Documentário Uma Vida a Reciclar Papel, ed. Câmara Municipal de Santa Maria da Feira, 2011.

TM 18junho14 - informação fornecida pelo museu em 8março13 p site IMC

Última actualização: 11 Maio 2017

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC