Saltar para o conteúdo principal da página

Museu de Arqueologia e Numismática de Vila Real

O Museu de Arqueologia e Numismática de Vila Real é um museu de caráter regional, considerando o âmbito do acervo que o compõe. Como objetivo primordial, o Museu é um ponto de partida de conhecimento e interpretação da região em que se insere, região essa muito rica em vestígios patrimoniais e com uma já longa tradição no domínio da investigação arqueológica. As coleções do Museu são primordialmente de arqueologia e numismática, mas possui também uma coleção de arte.

Instalado num edifício setecentista, o Museu de Arqueologia e Numismática de Vila Real abriu as suas portas ao público em outubro de 1997. Porém, a intenção de criar um Museu em Vila Real data dos finais do século dezanove, mas só concretizada em 1940 com a abertura de um pequeno museu, que viria a encerrar em 1976. Em 1987 celebrou-se um protocolo entre a Câmara Municipal de Vila Real e o Padre João Parente e este doou as suas coleções de arqueologia e numismática, comprometendo-se a edilidade a instalá-las em edifício próprio – o atual Museu.

A coleção de numismática do Museu de Arqueologia e Numismática de Vila Real é composta por cerca de 35.000 moedas, das quais quase 5.000 se exibem na Exposição Permanente de Numismática, estando balizadas entre o século V a. C e o século VIII d. C. A grande maioria está datada da época do Império Romano, embora haja numismas gregos, cartagineses, hispano-romanos, luso-romanos, da república romana, bizantinos, visigóticos e árabes. Quase todas as moedas foram encontradas na Província de Trás-os-Montes.

A coleção de Arqueologia, que exibe um considerável conjunto de objetos arqueológicos, recolhidos ao longo de trinta anos pelo padre João Parente nos distritos de Vila Real e Bragança, está atualmente patente no Museu da Vila Velha de Vila Real.

 O Museu exibe ainda a Coleção de Pintura da Câmara Municipal de Vila Real, que inclui obras na sua grande maioria de autores relacionados com Vila Real, como Mello Júnior, Trindade Chagas, Albino Armando, Miguel Barrias ou Heitor Cramez.

Conteúdos editados pela DGPC/DMCC

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Vila Real
Director(a):
João Ribeiro da Silva
Endereço:
Avenida 1º de Maio, 5000-657 VILA REAL
GPS:
Lat: 41,2973985 Long: -7,743491400000039
Telf(s):
+351 259 320 340
E-mail:
museu@cm-vilareal.pt
Site:
http://museu.cm-vilareal.pt/

Autocarros urbanos: 23 e 24 (paragem: Museu)

Estacionamento: Estacionamento a cerca de 150 metros.

Acessibilidade: Elevador e rampas de acesso para deficientes motores.

Todos os dias das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00

Encerrado nos feriados de  01 de janeiro, 01 de maio, 25 de dezembro, Domingo de Páscoa, e quando a tutela ou o Governo determinarem.

Ingresso

Gratuito

Acolhimento

Cafetaria

Loja

Exposição Permanente de Numismática

Área de Exposições temporárias

Centro de Documentação / Biblioteca - Especialização Bibliografia municipal

Auditório: 90 lugares 

Serviços Educativos

Atividades: visitas guiadas à Exposição Permanente de numismática, palestras e apresentações multimédia normalmente relacionadas com o Império Romano ou a sua presença em Trás-os-Montes e Portugal, destinadas maioritariamente à população estudantil. Visitas ao centro Histórico de Vila Real e visitas à Torre de Quintela.

Responsável: Gina Pereira Telmo

• “Imperadores e reis representados na colecção de Numismática do Museu de Vila Real” (Padre João Parente – 2002) • Folheto do MANVR (2001) • “Roteiro Arqueológico e Artístico do Concelho de Vila Real” (Padre João Parente - reed. 2001) • “Museu de Vila Real – Moedas, Tomo I” (Catálogo da Exp. Perm. Numism., 1997) • Conjunto de fichas pedagógicas sobre a moeda (1997) • Folhetos variados de exposições temporárias.

Actualizado em ______ de junho de 2014, informação retirada do site do IMC 

Informação corrigida em 24junho 14 com email do museu reenviado a 24junho14 que havia enviado com alterações a 18 de fev.14 TM

Última actualização: 13 Abril 2018

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 151 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC