Saltar para o conteúdo principal da página

Museu da Irmandade dos Clérigos

O Museu da Irmandade dos Clérigos integra-se num conjunto arquitetónico barroco (século XVIII) da autoria de Nicolau Nasoni, formado pela Torre dos Clérigos, Igreja dos Clérigos e Museu, estando este situado no edifício da Casa da Irmandade. Sendo a sua vocação, salvaguardar, conservar, inventariar, documentar e divulgar o património cultural, o Museu da Irmandade dos Clérigos detém um espólio que é testemunho da história cultural e religiosa da Irmandade dos Clérigos, e que integra as coleções de escultura, pintura, mobiliário, ourivesaria e têxtil, com objetos desde o século XIII até ao século XXI.

O Museu da Irmandade dos Clérigos é tutelado pela Irmandade dos Clérigos e integra o conjunto arquitetónico dos Clérigos, Monumento Nacional desde 1910. Projetado por Nicolau Nasoni, é o projeto de arquitetura mais antigo que se conhece daquele que ficou conhecido como o "arquiteto do Porto".

Edificação do século XVIII, o conjunto arquitetónico dos Clérigos, marcou a configuração urbana da cidade, pois localizado numa rua desnivelada, foi genialmente aproveitada por Nicolau Nasoni, que conseguiu criar um edifício de referência histórica e arquitetónica. É um edifício estruturado em três corpos principais: a igreja (1732-1749), a Casa da Irmandade (1754-1758), atual Museu da Irmandade dos Clérigos, e a Torre (1754-1763). Nasoni criou um vocabulário barroco e robusto, aproveitando as características do granito, principal matéria-prima utilizada no norte de Portugal.

O acervo do Museu da irmandade dos Clérigos, essencialmente de arte sacra, está intrinsecamente ligado à história da Irmandade. Uma coleção construída ao longo dos tempos, através dos legados dos irmãos, doações de particulares e aquisições da própria irmandade.

Contactos e
Localização

Tutela:
Irmandade dos clérigos
Director(a):
Pe. Américo Aguiar
Endereço:
Rua de São Filipe de Néry, 4050-546 Porto
GPS:
Lat: 0 Long: 0
Telf(s):
351220145489
E-mail:
250@torredosclerigos.pt
Site:
http://www.torredosclerigos.pt/pt/irmandade-dos-clerigos/museu-dos-clerigos/

Todos os dias das 9:00 às 19:00

Exceções:

  • 24/12/2018  -  09h00 às 14h00  
  • 25/12/2018  -  11h00 às 19h00  
  • 31/12/2018  -  09h00 às 14h00  
  • 01/01/2019  -  11h00 às 19h00

Ingresso

Bilhete Diurno:

Torre + Museu dos Clérigos - 5,00€

*gratuito para crianças até aos 10 anos (inclusive)

Bilhete Noturno (das 19:00 às 23:00): 5,00€

* bilhete sujeito aos horários regulares noturnos | gratuito para crianças até aos 10 anos (inclusive) | visita livre à torre

Visitas de grupos

 Visita guiada ao Museu dos Clérigos + Igreja + Torre* - 6,5€

*a visita à torre é sempre de caráter livre

Isenções:

Gratuito para crianças até aos 10 anos (inclusive)

Sala de acolhimento

Exposição permanente e exposições temporárias

Loja

Para contribuir para a sensibilização e valorização do Património Cultural dos Clérigos, desenvolvemos o Serviço Educativo focado numa componente pedagógica e lúdica, por forma a impulsionar e influenciar uma partilha intergeracional e multicultural. Disponibilizamos um programa diversificado de visitas guiadas temáticas, procurando ir ao encontro dos mais variados interesses.

Catálogo Christus

Autores: Luís Amaral, Rui Carita, Maria José Meireles, Patrícia Moscoso, Mário Jorge Barroca, Maria João Vilhena de Carvalho, Luís Casimiro, outros

Edição: Irmandade dos Clérigos

2016

 

A Igreja e a Torre dos Clérigos

Autores: Beatriz Hierro Lopes; Francisco Queirós

Edição: Irmandade dos Clérigos

2013

Última actualização: 01 Outubro 2018

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 151 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC