Saltar para o conteúdo principal da página

Museu da Imagem em Movimento

A coleção do m|i|mo encontra-se dividida em três áreas: pré-cinema, fotografia e cinema. Na área do pré-cinema o m|i|mo tem á disposição do público teatros de sombras, iconografia diversa, máquinas e brinquedos óticos, lanternas mágicas e uma coleção significativa de vidros para lanterna mágica. A coleção de fotografia é constituída por máquinas fotográficas, visores e imagens fotográficas com especial incidência na fotografia estereoscópica. A área do cinema dedica-se essencialmente aos diversos tipos de projetores de filmes, câmaras de filmar entre outros.

A ideia do museu surgiu em 1995 durante a preparação de uma exposição comemorativa dos 100 Anos do Cinema em Portugal, no entanto, a exposição permanente "O Fascínio do Olhar" só abriu definitivamente ao público no dia 18 de Maio de 2003, no edifício do Teatro José Lúcio da Silva, tendo-se transferido, em 2005, para o Mercado de Sant'Ana. Em 2009 o m|i|mo instalou-se definitivamente no requalificado conjunto edificado dos Antigos Celeiros da Mitra, na cerca medieval do Castelo de Leiria e é composto por vários espaços que vieram trazer melhor qualidade aos serviços prestados à comunidade.

O mlilmo, é uma instituição empenhada em dar resposta a algumas questões sobre a história da cinematografia. A sua existência prende-se com a necessidade de, em Portugal, preservar a memória de centenas de objectos que se estavam a perder para sempre e, por isso, era importante recolhê-los, estudá-los e divulgá-los.

Conteúdos da responsabilidade do museu e editados pela DGPC

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Leiria
Director(a):
Anabela Carvalho (responsável), Pedro Ferreira (Chefe de Divisão)
Endereço:
Largo de São Pedro (Cerca do Castelo), 2400-235 Leiria
GPS:
Lat: 39,7472036 Long: -8,807221600000048
Telf(s):
+351 244 839 675
E-mail:
mimo@cm-leiria.pt

Como chegar: O Museu está situado na estrada de acesso ao Castelo de Leiria, junto à PSP e Igreja de S. Pedro.

Segunda a sexta-feira das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30

Sábados das 14h00 às 17h30

Encerrado aos sábados de manhã, domingos e feriados. 

O Museu possui o serviço de áudio-guia em português, castelhano e inglês (preço integrado no bilhete de entrada).

Ingresso

Bilhete normal: 2,10 euros

Isenções:

Menores de 10 anos e portadores de deficiência

Descontos:

Estudantes, menores de 25 anos e maiores de 65 anos: 1,05 euros
Grupos com mais de 30 pessoas: 1,50 euros/pessoa

Acolhimento / Recepção

Loja

Cafetaria

Exposição permanente O Fascínio do Olhar

Exposições temporária

Programação Cultural

Centro de Documentação e Informação Artur Avelar / Biblioteca - Especialização: pré-cinema, fotografia e cinema

Reserva Visitável

Laboratório Fotográfico

Auditório com 30 lugares

Serviços Educativos

Visitas guiadas (mediante marcação prévia)

Atividades · Visita guiada “Um mimo de visita” · Oficinas de continuidade: Oficina “Brinquedos óticos” | Oficina “Histórias iluminadas: construção de sombras” | Oficina “Lanterna mágica” · Oficinas especiais: Oficina “Construção de flip books” | Oficina “O mistério das imagens anamórficas” | Oficinas temáticas ao longo do ano | Oficina “Construção de Cameras Obscuras | Oficinas de técnicas alternativas de fotografia “Cianotipia”.

Responsável: Susete Ferreira

Contacto direto: + 351 244.839.675 | mimose@cm-leiria.pt  

• Guia da exposição “O Fascínio do Olhar / A viagem das imagens” - 2008 • Leiria Transformação Intervenções em espaço verde e urbano - 2007 • Anos Luz – Jorge Martins – 2001 • Ars Multiplicata – 2000 • Cine –teatros de Portugal – Fotografia de Jochen Dietrich - 1998 • Cinemacção – Luz – 2001 • Discursos – Mário Cabrita Gil – 1999 • Entre o céu e a terra – Fotografia de Maria Adelina Sousa - 2003 • Imagens de uns, imagens de outros – Fotografia de Gerrit Musekamp - 2001 • O porquê das coisas – Fotografia de Cláudio Pinto - 2001 • Yanomami – Os donos do tempo – Fotografia de Francisco Pedro - 2001.

TM 19junho14 = site IMC pq museu não respondeu às atualizações

não tem imagens!!!

Última actualização: 10 Maio 2017

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC