Saltar para o conteúdo principal da página

Museu da Imagem em Movimento

A coleção do m|i|mo – Museu da Imagem em Movimento encontra-se dividida em três áreas: pré-cinema, fotografia e cinema. Na área do pré-cinema o m|i|mo tem à disposição do público teatros de sombras, iconografia diversa, máquinas e brinquedos óticos, lanternas mágicas e uma coleção significativa de vidros para lanterna mágica. A coleção de fotografia é constituída por máquinas fotográficas, visores e imagens fotográficas com especial incidência na fotografia estereoscópica. A área do cinema dedica-se essencialmente aos diversos tipos de projetores de filmes, câmaras de filmar entre outros.

A ideia do Museu da Imagem em Movimento surgiu em 1995 durante a preparação de uma exposição comemorativa dos 100 Anos do Cinema em Portugal. No entanto, a exposição permanente do museu, "O Fascínio do Olhar", só abriu definitivamente ao público no dia 18 de maio de 2003, no edifício do Teatro José Lúcio da Silva. Em 2005 foi transferido para o Mercado de Sant'Ana e em 2009 o m|i|mo instalou-se definitivamente no requalificado conjunto edificado dos Antigos Celeiros da Mitra, na cerca medieval do Castelo de Leiria.

O mlilmo é uma instituição empenhada em dar resposta a algumas questões sobre a história da cinematografia. A sua existência prende-se com a necessidade de, em Portugal, preservar a memória de centenas de objetos que se estavam a perder para sempre e, por isso, era importante recolhê-los, estudá-los e divulgá-los.

Conteúdos editados pela DGPC/DMCC

Contactos e
Localização

Tutela:
Câmara Municipal de Leiria
Director(a):
Anabela Carvalho (responsável), Pedro Ferreira (Chefe de Divisão)
Endereço:
Largo de São Pedro (Cerca do Castelo), 2400-235 Leiria
GPS:
Lat: 39,7472036 Long: -8,807221600000048
Telf(s):
+351 244 839 675
E-mail:
mimo@cm-leiria.pt

Como chegar: O Museu está situado na estrada de acesso ao Castelo de Leiria, junto à PSP e Igreja de S. Pedro.

Segunda a sexta-feira das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30

Sábados das 14h00 às 17h30

Encerrado aos sábados de manhã, domingos e feriados. 

O Museu possui o serviço de áudio-guia em português, castelhano e inglês (preço integrado no bilhete de entrada).

Ingresso

Bilhete normal: 2,10 euros

Isenções:

Menores de 10 anos e portadores de deficiência

Descontos:

Estudantes, menores de 25 anos e maiores de 65 anos: 1,05 euros
Grupos com mais de 30 pessoas: 1,50 euros/pessoa

Acolhimento / Recepção

Loja

Cafetaria

Exposição permanente O Fascínio do Olhar

Exposições temporária

Programação Cultural

Centro de Documentação e Informação Artur Avelar / Biblioteca - Especialização: pré-cinema, fotografia e cinema

Reserva Visitável

Laboratório Fotográfico

Auditório com 30 lugares

Serviços Educativos

Visitas guiadas (mediante marcação prévia)

Atividades · Visita guiada “Um mimo de visita” · Oficinas de continuidade: Oficina “Brinquedos óticos” | Oficina “Histórias iluminadas: construção de sombras” | Oficina “Lanterna mágica” · Oficinas especiais: Oficina “Construção de flip books” | Oficina “O mistério das imagens anamórficas” | Oficinas temáticas ao longo do ano | Oficina “Construção de Cameras Obscuras | Oficinas de técnicas alternativas de fotografia “Cianotipia”.

Responsável: Susete Ferreira

Contacto direto: + 351 244.839.675 | mimose@cm-leiria.pt  

• Guia da exposição “O Fascínio do Olhar / A viagem das imagens” - 2008 • Leiria Transformação Intervenções em espaço verde e urbano - 2007 • Anos Luz – Jorge Martins – 2001 • Ars Multiplicata – 2000 • Cine –teatros de Portugal – Fotografia de Jochen Dietrich - 1998 • Cinemacção – Luz – 2001 • Discursos – Mário Cabrita Gil – 1999 • Entre o céu e a terra – Fotografia de Maria Adelina Sousa - 2003 • Imagens de uns, imagens de outros – Fotografia de Gerrit Musekamp - 2001 • O porquê das coisas – Fotografia de Cláudio Pinto - 2001 • Yanomami – Os donos do tempo – Fotografia de Francisco Pedro - 2001.

TM 19junho14 = site IMC pq museu não respondeu às atualizações

não tem imagens!!!

Última actualização: 31 Outubro 2018

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 151 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC